Resumo dos filosofos classicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 38 (9406 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 23 de julho de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto




Disciplina: Estado, Direitos Sociais e Política Social





ESTADO E SOCIEDADE NOS PENSADORES CLÁSSICOS







PICOS, PIAUÍ
2013

1 ESTADO E SOCIEDADE ENTRE OS LIBERAIS

1.1 MAQUIAVEL

Maquiavel, em sua mais reconhecida obra O Príncipe, buscou estudar e orientar o governo dos príncipes, entendendo o príncipe como o principal cidadão do Estado: o governante. Para oautor, todos os Estados que existem ou já existiram foram repúblicas ou monarquias. As monarquias ou são hereditárias ou fundadas recentemente. Maquiavel entende Estado como espaço onde se exercita o poder. O autor não enuncia regras definitivas para a conservação do poder, para ele cada caso deve ser analisado de com acordo com sua realidade.
Para o autor, é de se esperar que o príncipe domine aarte da guerra, assim como suas leis e disciplina. Sua importância é tanto que não apenas mantém no poder os que nasceram príncipes, como torna possível à homens comuns se tornarem soberanos. Segundo Maquiavel, quando os príncipes se interessam mais pelas coisas amenas do que pelas armas, perdem seus domínios. Portanto, a causa principal da perda dos Estados é o negligenciar a arte da guerra, epara conquistá-los, ao contrário, deve ser bem versado nela.
Maquiavel fala sobre como o príncipe deve conduzir-se com seus súditos e aliados. Se ele tiver que escolher entre ser temido ou amado, é mais seguro ser temido. Se não for possível ganhar o amor dos súditos, pelo menos que evite o seu ódio. Pois, temor e ausência de ódio podem coexistir. Portanto, o príncipe pode ser temido, mas não serodiado. Para isso basta que não interfira nos bens de seus súditos, respeite suas mulheres e tenha justificativa quando precisar tirar a vida de um cidadão.
Segundo o autor, o príncipe deve manter canais de comunicação de mão dupla e possibilitar aos súditos a manifestação de suas opiniões, inclusive para verificar se o seu projeto administrativo está sendo bem executado e assimilado.
Maquiavelrecomenda a todo príncipe inteligente não somente vigiar e ter cuidado com as desordens presentes, como também com as futuras, que devem ser evitar com cautela. As guerras não podem ser evitadas, e quando adiadas só trazem benefícios para o inimigo.
Ele chama de governo civil aquele no qual o governante chega ao poder pelo favor dos seus concidadãos. Para isso é necessário conquistar o apoio daopinião popular ou da aristocracia.Quem se torna príncipe pelo favor do povo deve preservar sua amizade, evitando a opressão. Mas quem chega ao poder apoiado pelos aristocratas, contra a vontade do povo, deve procurar ganhar sua amizade, dando-lhe proteção. Muitos caminhos podem ser tomados para garantir a afeição popular. Mas isso não significa que o príncipe deve abrir mão de sua autoridade,pelo contrário: os comandados devem sempre saber quem manda, para que possam obedecer nos momentos difíceis. Pois, Maquiavel explica, nas épocas favoráveis é fácil governar. O príncipe prudente deve procurar meios pelos quais seus súditos necessitem sempre do seu governo, para que assim lhe sejam sempre fiéis.
O príncipe enfrenta dois tipos de perigo: o interno, de seus próprios súditos, e oexterno. Quando conta com o povo ao seu lado, o príncipe não tem com que se preocupar, mas quando os súditos o odeiam as ameaças vêm de todos os lados. Portanto, ele deve garantir a simpatia geral, tratando bem os nobres e não se fazendo odiar pelo povo, seguindo a “regra notável” de Maquiavel. Para o autor, o príncipe deve delegar a outras pessoas as tarefas impopulares e conceder os favorespessoalmente. A grandeza do governante depende muito de seus auxiliares, ninguém governa sozinho, e cada um monta sua equipe a sua imagem e semelhança.
Para Maquiavel os homens não são bons, por isso quem praticabondade é sempre condenado a penar entre os demais. Dessa forma, o governante deve aprender a agir sem se preocupar com a bondade de seus atos. Seria ótimo se o príncipe possuísse integralmente...
tracking img