Resumo dom casmurro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1285 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO


Dom Casmurro
Machado de Assis

Dom Casmurro foi publicado em 1900 e é um dos romances mais conhecidos de Machado de Assis. Narra em primeira pessoa à história de Bentinho que, por circunstância vária, vai se fechando em si mesmo e passa a ser conhecido como Dom Casmurro. 
Órfão de pai, criado pela mãe, que é chamada de D. Glória, na casa de dela mora tiaJustina, tio Cosme, o agregado José Dias e seu filho Bentinho. Na Rua Mata Cavalos da cidade de Engenho Novo.
Bentinho é destinado à vida sacerdotal, em cumprimento a uma antiga promessa de sua mãe, que não conseguia ter filhos e prometeu que se nascesse um filho ela o faria Padre. A Melhor amiga dele é Capitu, que é sua vizinha. Eles se conhecem desde pequenos, brincam sempre juntos.Certo dia Bentinho escutou uma conversa atrás da porta do quarto. José Dias falava a sua mãe que Bentinho tinha que ir para o seminário, ele já notava que não era mais amizade entre os dois amigos, que já tava se tornando amor, a D. Glória não acreditou. Quando ele saiu do esconderijo, ele percebeu que sente amor por sua amiga.
A vida do seminário não o atrai, mas o namoro comCapitu, filha dos vizinhos sim. Apesar de comprometido pela promessa, também D. Glóri a sofre com a idéia de separar-se do filho único, interno no seminário.
Na casa de Capitu, na sala, Bentinho termina de fazer a trança no cabelo dela e quando ela se levanta beija a boca dele. Em casa, na cama, ele fica pensando que agora ele é homem e não quer ir para o Seminário, quer ficar comCapitu para o resto da vida.
Os dois amigos tentam achar uma plano para Bentinho não ir para o seminário, não encontrando idéias, ele recorre a José Dias, os dois conversam sobre isso, o agregado concorda em ajudar, mas ele vai ter que ir ao menos um ano para o seminário para ver se gosta ou não, se ele não gostar fala a D. Gloria que não é a vocação dele.
Bentinho vai aoseminário, conhece Ezequiel de Souza Escobar, eles se tornam amigos, Escobar também não quer ser padre, ele sonha em ser comerciante.
Não passa muito tempo, José Dias sugeriu que ambos fossem a Roma pedir ao Papa a revogação da promessa. Ele conta a Escobar da idéia, então Escobar dá uma outra idéia, colocar um pobre em seu lugar, assim a mãe de Bentinho pagaria a promessa e o mesmo não seriapadre.
Bentinho conta a José Dias a nova idéia e os dois conversam com D. Glória que aceitou pagar os estudos a um pobre. Livre do problema, Bentinho deixa o seminário com cerca de 17 anos e seu amigo aproveita a saída de Bentinho e sai junto para realizar o seu sonho.
Bentinho vai para São Paulo estudar, retornando cinco anos depois, o advogado Bento de Albuquerque Santiago. Escobarcassa com Sancha, que é como irmã para Capitu, eles tem uma filha. Cassa com Capitolina e vão morar no alto da Tijuca.
Capitu não conseguir ter um filho de Bentinho e os dois pedem muito as santos para conceder um filho as dois. Então nasce Ezequiel. Escobar morre e, durante seu enterro, Bentinho julga estranha a forma qual Capitu contempla o cadáver.
A partir daí, os ciúmes vãoaumentando e precipita-se a crise. Á medida que cresce, Ezequiel se torna cada vez mais parecido com Escobar. Bentinho muito ciumento, chega a planejar o assassinato da esposa e do filho, seguido pelo seu suicídio, mas não tem coragem. A tragédia dilui-se na separação do casal. Capitu viaja com o filho para a Europa, onde morre anos depois.
Ezequiel, já moço, volta ao Brasil paravisitar o pai. O pai fica reparando a semelhança do filho com as lembranças que tinha de Escobar. Ezequiel pede a seu pai para ir a Grécia, Egito e Palestina, ele aceita que o filho faça a viagem cientifica para os seus estudos de arqueologia. Bentinho pensa que queria que seu filho morresse de lepra, mas logo o pensamento vai embora. Meses depois Ezequiel morre, não de lepra mas de febre....
tracking img