Resumo do livro: política, quem manda, por que manda, como manda.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1260 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo do livro: Política, quem manda, por que manda, como manda.

Salvador Setembro 2011

Capítulo 1: Que coisa é a Política
O termo “Política” se refere ao exercício de alguma forma de poder e às múltiplas conseqüências desse exercício. Toda maneira pela qual o poder é exercido se reveste de grande complexidade, definir a Política apenas como algo relacionado ao poder não chega a sersatisfatório. O poder só pode ser visto, sentido, avaliado, ao ser exercido. Os americanos, muito práticos, costumam dizer que “o poder é a capacidade de influenciar o comportamento das pessoas”. O ato político possui dois aspectos que merecem destaque: a) um interesse; se alguém deseja influenciar ou modificar o comportamento das pessoas, esse alguém tem um interesse que deseja ver implementado pelamodificação pretendida, seja ele ditado por conveniências pessoais, de grupo, religiosas, morais etc; b) uma decisão; o objetivo configurado pelo interesse só pode ser conseguido por uma decisão que efetivamente venha a alterar o comportamento das pessoas - seja esta decisão imposta, consensual, de maioria, etc. A Política passa a ser entendida como um processo através do qual interesses sãotransformados em objetivos e os objetivos são conduzidos à formulação e tomada de decisões efetivas, decisões que “vinguem”. Política tem a ver com quem manda, por que manda, como manda. Afinal, mandar é decidir, é conseguir aquiescência, apoio ou até submissão. Mas é também persuadir. Normalmente uma minoria mandando na maioria. Este fato está no centro da Política. A Política fica então vista como oestudo e a prática da canalização de interesses, com a finalidade de conseguir decisões. Isto já foi chamado de arte, com razão. Pois a Política requer um talento especial de quem a pratica, uma sensibilidade especial, um jeito especial, uma vocação. É, portanto, uma arte. Também é uma Ciência, pois na política é possível sistematizar cientificamente o que se observa e infere a respeito de como oshomens se conduzem em relação ao poder. Não deixa de ser, por outro lado, um departamento da filosofia, pois haverá sempre lugar para indagações filosóficas como “por que alguém tem que mandar e alguém tem que obedecer?”, “o homem é mau ou será a vida em sociedade que o faz assim?”, “o homem precisa de um governo forte ou não?”. A política também é uma profissão, pois afinal é por meio dela quenos governamos e que ordenamos nossa vida em coletividade. Nenhum homem pode assumir sua humanidade fora de uma estrutura social e nenhuma estrutura social pode existir sem alguma forma de processo político. Logo a política é a profissão dos que se dedicam a influenciar, de diversas maneiras e em vários níveis, a condução da sociedade em que vivem, seja por iniciativa própria, seja representandooutros interesses. Tudo pode e deve ser visto sob um ponto de vista político. No momento que se afirma não quer saber nada de política não nos tornamos apolíticos, nos tornamos indiferentes. A Política se preocupa com o encaminhamento de interesses para a formulação e tornada de decisões.

Capítulo 2: Como a Política interessa a todos e a cada um
O homem não nasce com preconceitos, ele osaprende socialmente. Ao aprendê-los, é claro que seu comportamento está sendo influenciado. Por exemplo, o preconceito racial tem origem e funcionalidade políticas, ou seja, tem servido para justificar formas de exploração e dominação, assumindo muitas faces, de acordo com as circunstâncias. Também a educação tanto a doméstica quanto a pública, é também uma formação política. Cada ato nosso, ou cadamaneira de ver as coisas, poder ser examinado à luz da concepção de Política exposta aqui, às vezes com resultados chocantes, se temos a sorte de ser suficientemente honestos e objetivos. É um processo político que vai definir todas as condições para a acumulação de alguma riqueza. Por exemplo, se o processo político resulta em uma situação em que não há oportunidades de educação para todas as...
tracking img