Resumo do livro manual de psicologia hospitalar - o mapa da doença

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5030 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo do Livro
Manual de Psicologia Hospitalar – O Mapa da Doença
(Alfredo Simonetti)

INTRODUÇÃO

- Divisão do livro:
1- Diagnóstico: visão sobre o que está acontecendo em torno da doença e da pessoa adoentada.
2- Terapêutica: trabalho clínico com estratégias e técnicas.
- Quatro eixos do diagnóstico:
1- Diagnóstico Reacional: como a pessoa está reagindo à doença.
2- Diagnóstico Médico:condição clínica do paciente.
3- Diagnóstico Situacional: análise das diversas áreas da vida do paciente.
4- Diagnóstico Transferencial: relações que o paciente estabelece a partir do adoecimento.

O que é a Psicologia Hospitalar?

- Psicologia Hospitalar é o campo de entendimento e tratamento dos aspectos psicológicos em torno do adoecimento.
- A Psicologia Hospitalar não trata apenas dasdoenças com causas psíquicas (psicossomáticas), mas sim dos aspectos psicológicos de toda e qualquer doença.
- A doença compreende dimensões biológica, psicológica e cultural.
- A Psicologia Hospitalar enfatiza a parte psíquica, mas sempre perguntará qual a reação psíquica diante da doença, qual a posição do sujeito diante da doença.
- Aspecto psicológico: são as manifestações da subjetividade humanadiante da doença. Ex: sentimentos, pensamentos, comportamentos, fantasias, conflitos. Os aspectos psicológicos em torno da doença são:
1- Causa: o aspecto psicológico atuando como a causa de uma doença.
2-Desencadeante: o fator psicológico é o desencadeante, agindo sobre uma vulnerabilidade física preexistente.
3- Agravante: fator psicológico ajuda a agravar o quadro clínico já instalado, ou influinegativamente no tratamento.
4- Conseqüência: o conjunto de sentidos que o sujeito confere a sua doença constitui como conseqüência, o campo dos aspectos psicológicos.
5- Manutenção: a doença pode ser feita de perdas e de ganhos. Os ganhos secundários da doença demonstram como aspectos psicológicos podem atuar na manutenção da doença.
- A Psicologia Hospitalar considera individualmente equipe,família e paciente, mas também estabelece uma ligação entre eles com a função de facilitar os relacionamentos.
- Desencontro de objetivos que a Psicologia Hospitalar maneja:
1- Sintoma: paciente.
2- Prognóstico: família.
3- Diagnóstico: médico.

Qual o objetivo da Psicologia Hospitalar?

- O objetivo da psicologia hospitalar é a subjetividade.
- O objetivo da psicologia hospitalar é ajudar o sujeito afazer a travessia da experiência do adoecimento.
- A psicologia está interessada em dar voz à subjetividade do paciente, restituindo-lhe o lugar de sujeito que a medicina lhe afasta.
- A filosofia da medicina é curar doenças e salvar vidas, enquanto a filosofia da psicologia hospitalar é reposicionar o sujeito em relação a sua doença.
- A psicologia hospitalar trata também das marcas que ficaramdecorrentes da doença.
- O papel da psicologia hospitalar é de escutar a pessoa que está enredada no meio da doença, escutar a subjetividade.
- Quando o discurso médico fracassa em sua pretensão de banir a subjetividade, abre-se as portas do hospital para a psicologia entrar, adentrar e cuidar dessas tais coisas que subvertem a ordem médica, que criam confusão e perplexidade na cena hospitalar.
-Para a psicologia, todo sintoma além de doer e fazer sofrer carrega em si uma dimensão de mensagem, com informações sobre a subjetividade do paciente, havendo a noção de que o sujeito fala por meio de seus sintomas, ou é falado por eles.




Como funciona a Psicologia Hospitalar?

- É pelas palavras que o psicólogo faz o seu trabalho de tratar os aspectos psicológicos em torno do adoecimento.Assim. O psicólogo trabalha com o corpo simbólico que está nas palavras.
- O que interessa para a psicologia hospitalar não é a doença em si, mas a relação que o doente tem com o seu sintoma. O que interessa é o destino do sintoma, o que o paciente faz com a sua doença, o significado que lhe confere e a isso só se chega pela linguagem.
- Técnicas da psicologia hospitalar:
1- Escuta analítica:...
tracking img