Resumo do livro felicidade não tem cor

Felicidade não tem cor
de Júlio Emílio Braz
Mostrando os sentimentos de um menino negro em relação a seus colegas e a sua
família, o livro traz à tona aquestão do preconceito. A boneca de pano, no papel de
narradora, imprime à questão um tom ao mesmo tempo bem-humorado e filosófico, de
quem sente na peleo problema, mas o analisa sob outro ponto de vista. Na trilha do
preconceito racial, diversas atitudes preconceituosas, algumas quase imperceptíveis
porquerotineiras, vão revelando outras vítimas: os muito magros, os gordos, os
incapacitados fisicamente. Nesse sentido, o livro é um alerta à consciência doleitor. E uma lição sobre o valor da autoestima e das atitudes positivas.
O autor
Júlio Emílio Braz nasceu em abril de 1959. Começou sua carreira de escritorpor acaso: acabara de perder seu emprego e
um amigo, que trabalhava numa editora, insistiu para que ele procurasse o editor das tais revistas e oferecesseseus
trabalhos. Acabou dando certo e até hoje tem histórias em quadrinhos publicadas por várias editoras do Brasil e por outras
tantas de Portugal, Bélgica,França, Holanda, Cuba e EUA .
Em 1986, ganhou o Prêmio Angelo Agostini de Melhor Roteirista de Quadrinhos e, em 1988, publicou seu primeiroinfanto-juvenil, Saguairu, pela Atual Editora, que lhe rendeu o Prêmio Jabuti de Autor Revelação. No ano seguinte ganhou
o Austrian Children Book Award, na Áustria, pelaversão alemã do seu livro Crianças na Escuridão (Kinder im Dunkeln);
e pelo mesmo livro, o "Blue Cobra Award", do Swiss Institute for Children's Book.
tracking img