Resumo do livro adm10

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1525 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Ao se falar em administração, deparamo-nos com inúmeras teorias e estudos embasados que se propõem a fornecer as melhores técnicas, ferramentas e suportes para um gerenciamento que seja o mais eficaz possível. Num primeiro momento, é possível pensar que se trata de uma receita que formará administradores prontos, com o know-how necessário para gerir seus próprios negócios e deslanchar na carreiraempreendedora. Com um olhar mais profundo, no entanto, fica claro que a arte de administrar é um tanto mais complexa e envolve habilidades e escolhas que não aprendemos nos livros ou nas salas de aula e que, muitas vezes, vão além daquilo que é passível de ser aprendido ou adquirido. A atividade de entrevistar um administrador nos possibilitou lançar um olhar mais perspicaz a respeito do mundodos administradores e do sucesso profissional, bem como refletir acerca de nossas expectativas como futuros profissionais da área administrativa.

Leonardo da Mota Costa, 52 anos, é fundador da empresa Pacto, que atua há 27 anos no ramo da administração de condomínios. É graduado em Administração, Ciências Contábeis e Direto, e disse que a ideia de criar uma empresa surgiu a partir de seu trabalhocom contabilidade no escritório de advocacia da mãe, quando percebeu que a administração de condomínios era algo que não despertava o interesse das pessoas e, na maioria das vezes, era motivo de irritação para muitos condôminos. Leonardo tinha experiência com contabilidade e cobrança de aluguel, mas optou por investir no primeiro negócio como administração de condomínios, pois sempre acreditouque o mais importante é fazer aquilo que se gosta, seguir a oportunidade que se enxerga. Assim, mesmo tendo sido aprovado em um concurso público, ele investiu em sua ideia, acreditando que quanto mais fizesse pelo condomínio, mais seria lembrado considerado elemento necessário para sua administração. De acordo com o ele, condomínios precisam de mais do que de um contador, precisam de funçõesadministrativas. A empresa foi pensada por ele sem associação com terceiros, e seu objetivo central era criar algo novo e que não causasse acomodação de conhecimentos.

Seu empreendimento foi criado, inicialmente, sem grandes investimentos, com funcionamento semelhante ao de uma empresa familiar. Não havia muito lucro, visto que à administração de condomínios não é um serviço com grande valor agregadoe só se consegue ganhar dinheiro com um número grande de clientes. O crescimento foi lento, a receita vem do movimento, o que demandou uma característica fundamental a qualquer um que pretenda se tornar um administrador: persistência. Hoje em dia, diferente de épocas anteriores, o governo cobra de um condomínio como se este fosse uma empresa, aumentando os processos envolvidos na administraçãomesmo. Isso faz com que o mercado se expanda, uma vez que os síndicos e os próprios condôminos não querem lidar com problemas e burocracias. De acordo com Leonardo, ao se trabalhar com vendas, você tem duas possibilidades: “ou você já tem um mercado específico de compra, ou você vende aquilo de que as pessoas precisam, mas não querem lidar”. É preciso tentar sair do lugar comum, fazer diferente dasdemais empresas, se diferenciar do mercado. “Nunca gostei de vender, mas a melhor coisa que tem é você vender uma coisa que você compraria”.

Em Minas, segundo o administrador, o mercado é mais resistente, característica inerente aos mineiros. Assim, a melhor propaganda é boca a boca. Manter a fidelidade da clientela, contar com um bom relacionamento e trabalhar o cliente na prestação deserviços. Na era de hoje, em que tudo é informatizado e de fácil disseminação, uma nova preocupação da empresa é a de criar uma rede de relacionamentos que impeça possíveis reclamações de serem espalhadas. Outra inovação, recentemente pensada, é referente ao problema da mobilidade das metrópoles atuais. Desta forma, como a informática está cada vez mais dinâmica, a ideia é abrir regionais para atender...
tracking img