Resumo do filme germinal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1442 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GERMINAL
O filme Germinal caracteriza perfeitamente o processo de produção de trabalho do modelo capitalista, a expansão do chamado capital, mostrando assim de uma forma bem clara os opostos entre as necessidades humanas e as materiais. O filme se passa na França do século XIX e transmite muito bem aquele determinado momento histórico e seu contexto social, econômico e político e é clarocultural e para obtermos uma analise satisfatória se torna necessário o conhecimento dos antecedentes da revolução industrial presentes nele. O filme é baseado no romance de Émile Zola.
No inicio do filme um dos personagens, talvez o personagem de maior expressão devido ao seu espírito contestador e revolucionário, está desempregado e chega até a companhia de mineração a fim de conseguir empregar-se, sedepara com um outro senhor o qual é pai do personagem Gerard D’Epardieu, que na verdade não é tão velho assim, mais devido às condições de vidas às quais foi exposto desde os 8 anos de idade trabalhando na mina possui uma saúde bastante debilitada, pode-se observar isso pela sua tosse constante e pela visível intoxicação, toda a sua família trabalha também na mesma mina; o personagemrecém-chegado à procura de emprego se choca com as dificuldades das condições de trabalho, constituída de pura exploração e pobreza, o personagem de Gerard por ser um funcionário mias antigo e respeitado consegue arranjar-lhe uma vaga devido à morte de uma outra companheira de trabalho.
Todos os membros das famílias trabalham, desde crianças até os mais idosos, porque precisam dos míseros salários para assimjuntos conseguir a subsistência de todos, sendo assim necessário quando acontece uma morte substituírem rapidamente o membro perdido no trabalho, pois, mesmo sendo uma só renda perdida reflete-se no sustento de todos os outros. Só os bem pequeninos não trabalham. A pobreza dos personagens é evidente, a situação em que vivem é quase calamitosa, a cozinha não tem nada de comer, as crianças pedemcomida, pão, a água causava-lhes cólicas devido às condições precárias da forma de ser armazenada.
A mina aparenta ser bem profunda, mais de quatrocentos metros, os carrinhos dela descem com cinco operários, as condições de trabalho são de enojar, vivem em regime de exploração constante, as mulheres ficam desesperadas por não terem o que dar de comer às crianças, e se endividam com um comercianteinescrupuloso e espertalhão, este nem sempre está disposto a permitir crédito, devido ao pagamento frequentemente estar atrasado, mas costuma aceitar favores sexuais em troca de comida, as mães desesperadas com a fome aceitam tal aproveitamento cedendo suas filhas ou a elas mesmas ao promíscuo e depravado comerciante.
Aparentemente, a r3gião possui 13 minas, das quais não se conheciam seus donos,estes não estavam preocupados com o que acontecia aos operários, e sim com a economia, com a política afetando seus lucros, e com a eclosão de greves demonstrando a lógica capitalista da acumulação. O personagem de Gerard foi multado por não ter escorado o teto evitando um desabamento, os salários haviam sido diminuídos devido à suspensão dos pedidos de ferro para exportação e essa situação érepassada injustamente aos trabalhadores.
O trabalhador recém chegado estimula os outros a começarem um fundo de reserva a fim de iniciarem uma greve reivindicando aumento de salários e melhores condições, cada um dando uma determinada contribuição para isso, e encorajam-se a iniciar a greve. Eles tentam falar sobre as suas reivindicações com o diretor geral da mina, não obtendo sucesso, pois estearruma várias desculpas para justificar a permanência do funcionamento das minas pondo as companhias como se estivessem na mesma situação de precariedade dos seus trabalhadores a partir da exposição das situações de “quebra” delas, desejando que eles culpem os fatos e a conjuntura econômica pela sua situação.
Pode-se observar o contraste de situações, entre patrões (donos dos meios de produção) e...
tracking img