Resumo do capitulo o imbecil especializado do livro ócio criativo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (425 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O imbecil Especializado

No segundo capitulo, o autor inicia falando sobre a sociedade industrial, suas origens no Iluminismo, suas características e o conceito de trabalho que se estabelece nestaépoca.
O nascimento da sociedade industrial inicialmente foi considerado um grande abalo. O Século XVIII trouxe consigo um novo modo de ver o mundo e seu progresso. Na metade deste século nasce umnovo movimento, o Racionalismo, que apenas confia na razão humana para a solução dos problemas, ao contrario do que se acreditava antes, que a solução vinha através de um enfoque emotivo, religioso oufatalista.
Essas mudanças deram origem ao Iluminismo, eram um grupo de pessoas cultíssimas que decidem transmitir todo o seu saber para aqueles não o tinham. Decidem então coletar o saber em um corpusde livros, não apenas para em sentido intelectual, mas como fonte de saber técnico. Permitindo a quem possuía os livros reproduzir um universo tecnológico que até então era um patrimônio restritoapenas aos Iluminados.
Outro fator importante deste grupo foi a criação de uma máquina organizacional capaz de produzir a ciência como um método original de trabalho. Pela manhã cada um permanecia emseu quarto, lendo e estudando. Durante o dia se encontravam e cada um passava aos outros aquilo que haviam pensado e a noite se dedicavam à musica e o entretenimento. Depois dos gregos, os iluministassão os maiores cultores do “ócio criativo”.
O século XVIII também foi o século das descobertas, como o da energia elétrica, e da locomotiva , outra descoberta importante foram os páraraios, Franklindá ao homem racional a consciência de que é capaz de domar a natureza, mesmo que sejam as suas manifestações mais terríveis , também ocorreram progressos importantes em quase todos os camposcientíficos: na física, na biologia e na filosofia.
O colonialismo tinha começado a fornecer aos países – Espanha, Portugal, Inglaterra e Holanda – grandes quantidades de matéria-prima e de ouro. As...
tracking img