Resumo do capítulo 2 do livro bê-a-bá da acústica arquitetônica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1633 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Na identificação e tomada de decisões sobre o ambiente aústico do local, na primeira etapa projetual, a atuação do arquiteto relaciona-se à parte da acústica chamada controle de ruídos. O controle e prevenção de ruídos estão divididos em dois grupos: ruídos internos à edificação e ruídos externos à edificação.
Identificando o ambiente acústico
Em princípio, como uma definição geral, todo somindesejável à atividade de interesse é considerado ruído, mesmo que esse seja uma música. Algumas questões subjetivas, como a atenção do receptor, ficam incluídas nessa definição, pois, em função dela, o grau de incômodo causado será maior ou menor.
Algumas fontes sonoras, decorrentes do crescimento urbano e da industrialização, são contantemente tomadas como geradoras de ruídos. incluem-se comoas principais fontes de ruídos externos, os sons emitidos decorrentes de atividades humanas, como os transportes rodoviários e aéreos, as indústrias e algumas atividade de recreação.
Para identificar se essas fontes representam para olocal de interesse um fator significativamente desqualificante do espaço acústico, a observação da forma como os espaços se integram é essencial. Essa observaçãorequer o conhecimenteo de 3 elementos básicos: a fonte, o meio e o receptor.
Por se tratarem de ruídos externos, as tendências de propagação do som ao ar livre influem sobre a intensidade sonora que atinge o receptor. Considerando o ar livre como meio de propagação, o som está sujeito às influências das características climáticas do ambiente. Dentre essas características, a que efetivamente temuma influência marcante na propagação e determninação da área de alcance sonoro é o vento e secundariamente a temperatura.
Para o ar em movimento o campo acústico é alterado, tornando-se mais complexo. A medida que a direção do vento é igual ao sentido fonte -> receptor, os raios sonoros tendem a se defletir em direção ao receptor, incrementando a área de alcance e intensidade em relação ao arparado. Com esse posicionamento no espaço, o receptor torna-se mais suscetível à captação do ruído. O ar próximo ao solo tem menores velocidades devido ao atrito, ou seja, existe um gradiente de velocidade do ar que aumenta com a altitude. Esse gradiente faz com que os raios sonoros sejam defletidos na direçãodo solo e o som sofra um aumento de intensidade nessa região.
No caso do posicionamentofonte -> receptor corresponder à posição contrária à direção do vento, o movimento do ar tende a gerar uma região de sombra acústica, dificultando a propagação sonora nesse sentido, uma vez que o gradiente de vento promove a deflexão da onda para a região superior.
O gradiente de temperatura do ar pode apresentar-se sob duas condições: o gradiente positivo e o negativo. O gradiente negativo, maiscomum durante o dia, é aquele para o qual o ar mostra-se mais aquecido nas regiões mais próximas ao solo, apresentando menores temperaturas à medida que se sobe em altitude. Essa situação pode causar uma deflexão do som para a região superior, de forma a criar sombras acústicas próximas ao solo. Para o gradiente negativo, o oposto se verifica, tendendo a instensificar o som próximo ao solo. Issoocorre porque, quanto maior a temperatura, maior a velocodade de propagação da onda no ar.
Cabe lembrar ainda que, o solo age como uma superfície em que parte do som é absorvida e outra parte é refletida, adicionada ao raio direto, pode ser uma componente do som recebido, desde que a conformação topográfica do solo possibilite o seu percusso até o receptor. Alguns perfis topográficos podem serdestacados com representativos das situações básicas ocorridas no entorno urbano. São eles: o perfil plano, o perfil convexo e o perfil côncavo.
Para o perfil plano, a distribuição sonora tende a ser mais homogênea. No caso do perfil convexo do solo, o som se distribui diferencialmente e são geradas duas regiões distintas: a região de reflexão acústica e a região de sombra acústica. No caso no...
tracking img