Resumo do 1° e 2° capitulo do livro preconceito linguistico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1810 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A mitologia do preconceito lingüístico

Nos últimos tempos, vários tipos de preconceito têm diminuído, e isso é uma boa noticia, mas o que não diminuiu foi o preconceito lingüístico, pelo contrario ele só aumenta, com os meios de comunicação e mídias dizendo o que é certo e o que é errado falar, e também nos livros didáticos. Essa situação se torna pior pelos próprios brasileiros que tem umaimagem ruim da língua e do jeito de falar do Brasil
O mito que é o maior de todos e o que diz que o português brasileiro é único em todo Brasil, chamado de: unidade lingüística do Brasil, sem sombra de duvida que isso é um mito, pois, o Brasil é um país muito grande, com vários tipos de culturas, esse mito trás um problema para a educação, pois cria uma única língua no Brasil. A escola tentaaplicar uma essa norma lingüística como se fosse se todos os brasileiros à usassem. Na verdade os brasileiros ainda que fale o português, esse português é diferente; levando em consideração território, escolaridade, idade, e principalmente, classe social. Isso faz com que só os brasileiros que não tenham condições de ter uma boa educação sejam discriminados por não se adequarem ao padrão lingüístico,eles são considerados os “sem língua’’. Ate mesmo para usufruir dos direitos do cidadão os “sem língua” tem dificuldade, pois os órgãos públicos usam a língua padrão; ate a constituição é escrita na forma culta, mesmo nela dizendo que todos os brasileiros têm direitos iguais, isso não quer dizer que a constituição deva ser escrita de outro jeito, mas todos os brasileiros deveriam ter direito deentendê-la. É interessante que as escolas deixem esse conceito de linguagem única, e considerem as variedades lingüísticas do Brasil, pois às vezes o português padrão é uma verdadeira língua estrangeira para pessoas que não tem conhecimento da linguagem culta.
O mito de que o Brasileiro não sabe português, e que só em Portugal se fala o português correto é igual ao preconceito do racismo, eleremete a idéia de que o Brasil não pode ter um vocabulário correto, pois é uma “raça inferior”. Mesmo com esses pensamentos a língua portuguesa se tornou famosa em todo mundo, por intermédio de canções e também pela literatura. Essa história de que; o Brasileiro não sabe português, e que só em Portugal se fala o português correto foi passada de geração em geração, pela educação escolar. O brasileirosabe o português! Só que o nosso português é diferente do de Portugal ele só tem esse nome por fatos históricos de que o Brasil foi colônia de Portugal, mas a língua é muito diferente, alguns estudiosos a chamam de português brasileiro, para colocar em evidencia essa diferença. As diferenças na língua falada do português brasileiro e do português de Portugal são enormes, tão enormes que quandoouvimos um português falar; não entendemos quase nada, e na língua escrita também há diferenças muito grandes, exemplo: os pronomes a/o de “eu a empurrei” e ‘’ele o feriu’’ estão praticamente extintos da língua portuguesa brasileira. Mas na forma culta os dois idiomas são praticamente iguais, só muda no jeito de falar. Os brasileiros têm a mania de achar que tudo que é da metrópole é certo e o que é dacolônia é errado (ou a imitação mal feita); muitas pessoas dizem que o inglês da Inglaterra é o certo, e o inglês dos estados unidos é errado, isso não existe, não há nem certo e nem errado, há apenas diferenças nos idiomas.
Outro mito: português é muito difícil, isso é igual a dizer que o brasileiro não sabe português, se ele é difícil é por que a gramática que ensinam na escola é a gramáticaformal, a que não se usa (que não é brasileira) então, como saber de uma coisa que não é nossa? Na escola deveria se ensinar o que realmente é importante na língua portuguesa, e não essas regras gramáticas de 100 anos atrás, isso faz a língua portuguesa parecer uma ciência que só é digna de poucos felizardos que dominam a gramática.
O mito de que as pessoas sem instrução falam tudo errado é um...
tracking img