Resumo de o urbanismo- choay - net

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4823 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1

FACULDADE ASSIS GURGACZ – FAG Curso de Engenharia Civil Disciplina de Planejamento Urbano e Regional Professora: Ana Paula R. Horita Bergamo

Resumo do livro: Françoise, C. O Urbanismo, Perspectiva, São Paulo,2003

O Urbanismo

A

cidade industrial é urbana. A cidade é o seu horizonte. Ela produz metrópoles, conurbações, cidades industriais, grandes conjuntos habitacionais. Noentanto, fracassa na ordenação desses locais. A cidade industrial tem especialistas em planejamento urbano que aparecem, contestadas e questionadas. A palavra “Urbanismo”é recente , data segundo G. Bardet¹ em 1910. O Urbanismo não questiona a necessidade das soluções que preconiza, segundo as palavras de seu representante Le Corbusier, ele reivindica o ponto de vista verdadeiro. O Urbanismo querresolver um problema ( o planejamento da cidade maquinista) que foi colocado bem antes de sua criação, a partir das primeiras décadas do século XIX, quando a sociedade industrial começava a tomar consciência de si e a questionar suas realizações. 01.O Pré – Urbanismo Para situar as condições na quais se colocam, no século XIX, os problemas de planejamento urbano, lembremos rapidamente de alguns fatos. Arevolução industrial é quase imediatamente seguida por um impressionante crescimento demográfico das cidades, por uma drenagem dos campos em benefício de um desenvolvimento urbano sem precedentes. A Grã- Bretanha é o primeiro teatro em 1830. O número das cidades inglesas com mais de cem mil habitantes passou de duas para trinta, entre 1800 e 1895. Os quadros de cidades medievais ou barrocas, sãorompidas por uma nova ordem. Neste sentido Haussman, no desejo de adaptar Paris, faz uma obra realista. Pode-se definir como uma nova ordem, a racionalização das vias de comunicação, com abertura de grandes artérias e a criação de estações, os quarteirões de negócios no centro, as residências nas periferias, mas nessa época são criados novos órgãos que, por seu gigantismo mudam o aspecto da cidade:grandes lojas, grandes hotéis, e a

2 suburbanização assume a importância crescente: a indústria implanta-se nos arrebaldes, as classes média e operária deixa de ser um entidade espacial bem delimitada. No momento que a cidade do século XIX começa a tornar forma própria, ela forma um movimento novo, de observação e reflexão, em alguns casos tenta-se até formular as leis de crescimento dascidades. Essa abordagem científica e isolada, que é o apanágio de alguns sábios, opõe-se a atitudes de pensadores com os quais se choca a realidade das grandes cidades industriais. Os sentimentos humanitários, principalmente de médicos e higienistas, denunciam o estado de deterioração física e moral em que vive o proletariado urbano: o habitat insalubre do trabalhador, frequentemente distanciado dolocal de trabalho, os lixões fétidos amontoados e a ausência de jardins públicos nos bairros populares. Os modelos O que é expressão de desordem chama sua antítese, a ordem. Por não poder dar uma forma prática ao questionamento da sociedade, a reflexão situa-se na dimensão da utopia. Um conjunto de filosofias políticas e sociais (Owen, Fourier, Considérant, Proudhon, Ruskin, Morris), ou deverdadeiras utopias (Cabet, Richardson) vemos assim distinguir-se com um maoir ou menor luxo de detalhes, dois tipos de projeções espaciais, de imagens da cidade futura, chamaremos daqui para frente de modelos. 1.1 O Modelo Progressista 1.1.1.ROBERT OWEN (1771-1858)
Antes de tornar-se uma das figuras marcantes do primeiro socialismo europeu, Robert Owen viveu pessoalmente os problemas da nascentesociedade industrial. Desde os dez anos de idade, trabalhava numa fábrica de algodão. Em 1798 tornou-se co-proprietário de uma fábrica de New Lanark, encontrou assim um terreno de experimentação, e colocou em prática reformas sociais inspirado pela miséria vivida no proletariado industrial.seu esforço recaiu essencialmente na redução de horas de trabalho, no melhoramento da habitação e a prática da...
tracking img