Resumo de O Homem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (444 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de fevereiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
O Homem fala de um homem anónimo e pobremente vestido que andava solitariamente no meio da multidão, carregando uma criança incrivelmente linda tal como o homem. A narradora viu-o quando caminhavano passeio depressa, e parei, olhando para o protagonista. Nasceu em ela a sensação confusa de que nele havia alguma coisa ou alguém que conhecia. Quando a narradora compreendeu por que é que o homemque deixara para trás não era um estranho, voltou para trás à procura do homem, mas o movimento do multidão dificulta-lhe a caminhada. Quando estava perto dele, ele caiu no chão e todas as pessoas quenão tinham reparado nele se aglomeram à sua volta. Assim não conseguiu aproximar-se. Depois veio uma ambulância e quando o círculo da gente se abriu, o homem e a criança já tinham desaparecido.Este texto lembra-me duma canção inglesa, e a tradução é assim:
E se Deus fosse um de nós?
Apenas um lama como nós?
Apenas um estranho no autocarro
Tentanto voltar para casa?
Volte para oparaíso sozinho
Não, somente tentanto voltar para casa
Ninguém chamando ao telefone
Exceto o Papa talvez em Roma

...
Deus pode estar no meio de nós. Deus é aquele que sofre. O homemera extraordinariamente belo, mas no seu rosto via-se a miséria, o abandono, a solidão. Não é difícil encontrá-o associado às palavras de Jesús « Pai, pai, por me abandonaste?» São as palavras dealguém no seu limite das forças. Sentiu-se abandonado por Deus. Porém, não desistiu de tudo, porque ainda olhou para o céu onde se espera uma resposta.
No fim a narradora diz que « o homem certamentemorreu, mas continua ao nosso lado pelas ruas.» Diz a verdade visto que à nossa volta existem grupos vulneráveis assim. Vivem sem comida suficiente e abrigo e são ignorados por todas as pessoas. Um dia,são engolidos pela indiferença da sociedade e morrem sem ninguém dar por isso. A escritora é simpática, tendo muito dó em homem, mas ainda « era como se eu tivesse as mãos atadas». Quando decidiu...