Resumo de uma introdução ao estudo da arte da renascença

Páginas: 7 (1738 palavras) Publicado: 26 de outubro de 2011
Iconografia (do verbo grego graphein “escrever”) é o campo da história da arte que através da descrição estatística e classificação das formas e cores presentes na imagem. Tenta interpretar o tema ou a mensagem deixada pelo artista na obra quer consciente e inconscientemente. Para uma correcta interpretação iconográfica temos de conseguir interpretar os dois campos distintamente, de um lado assuas formas, de outro o seu tema ou significado e o sujeito ou sujeita que interpreta uma obra deve-se focar na analise de motivos e combinações de motivos presentes na obra.
A Iconografia consegue dissecar a imagem analisada em três níveis de interpretação referentes ao tema ou mensagem:
Tema primário ou natural; subdividindo-se por jatual e expressional. Este nível constitui uma enumeração dossignificados primordiais das formas presentes na obra (descrição pré-iconográfica da obra). O campo jatual trata das configurações de linha e da forma e o campo expressional trata de interpretar o “ambiente” que a imagem retrata, quer seja uma paisagem de um infinito horizonte que transporta liberdade de espaço ao visionador, a atmosfera caseira e pacífica de um interior ou ainda a maneira comoum corpo consegue transparecer uma qualidade expressional.
Tema secundário ou convencional; trata a composição da obra, dando automaticamente a esta uma interpretação baseada em alegorias entre a obra e os conhecimentos culturais humanos que o visionador dispõem de antemão. A imagem é então condicionada a um tema, quando a imagem retrata por exemplo uma mulher nua a comer uma maçã, ela é naverdade Eva cometendo o pecado original. Porém quando a imagem analisada veicula não uma pessoa ou objecto mas sim uma ideia, a obra é vista como um símbolo ou personificação dessa ideia, a representação de um trevo de quatro folhas é simbólico de sorte, um conjunto de pessoas a jantar numa mesa comprida numa certa composição é representativo da ultima ceia tal como na cultura Greco Romana um homemempunhando um tridente é o deus dos mares Neptuno ou Poseidon, independentemente desse homem ter ou não um lugar na sociedade em que se insere, mas na obra ele é acima de tudo representativo de Neptuno.
Significado intrínseco ou conteúdo, este nível da interpretação iconográfica trata os princípios manifestados através dos “métodos de composição” e da “significação iconográfica”. Para retratar estescampos com exactidão é preciso fazer uma aglomeração do ponto de vista do artista e seus gostos pessoais, juntamente com o ponto de vista da sua era, nação e o que experienciava na sua vida quotidiana e pesar este conjunto de influências cuidadosamente. Na época de 1300 o tipo de natividade tradicional da representava até á altura a virgem Maria numa cama, lentamente a representação foisubstituída por a virgem estando ajoelhada em adoração ao menino, este é um bom exemplo de uma mudança do método de composição, neste caso, sendo uma representação religiosa, conforme a ideia de religião se foi alterando, foi também a maneira como esta era representada.
Tal como a iconografia trata da descrição e classificação das imagens, a etnografia trata das descrições e classificações das raçashumanas. Diz-nos como Cristo foi crucificado e como o vicio e a virtude são descritos ao longo dos séculos e ambientes. Estas duas ciências portanto complementam-se em vários campos, sendo uma de auxilio a outra em diversas ocasiões diferentes. A iconografia é um auxilio enorme por exemplo em estabelicimentos de datas, origens e autenticidade, porém esta não tenta fazer uma interpretação de uma dadaimagem sozinha, precisa sempre da investigação e significação dessa evidencia. Ou seja, a iconografia transmite apenas uma parte do conteúdo intrínseco de uma obra, para uma comunicação plausível e articulada desta, a iconografia tem de se apoiar noutros tipos de ciências.
Sendo etnologia (derivação de logos que significa pensamento) a “ciência das raças humanas” e etnografia uma descrição á cerca...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Iconografia e iconologia uma introdução ao estudo da arte da renascença
  • Ficha de leitura do capítulo: “Iconografia e Iconologia: uma introdução ao estudo da arte da renascença”, do livro de...
  • Ficha de leitura
  • Resumo do capítulo "ICONOGRAFIA E ICONOLOGIA: UMA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ARTE DO RENASCIMENTO" de Erwin Panofsky
  • Resumo introdução ao estudo do direito
  • RESUMO DE INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO
  • Resumo introduçao ao estudo do direito
  • resumo para estudo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!