Resumo de suinocultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1145 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fatores ligados ao consumo de carne suína em Mato Grosso e no Rio Grande do Sul

Pamela Cristina de Lima Rhoden1, Andréa Luciana dos Santos2, Christiane Silva Souza3, Celma Maria Ferreira1, Vania Maria Arantes4, Flávio Medeiros Vieites2

1Acadêmicas do Curso de Zootecnia da UFMT, Rondonópolis/MT. Email: pamelarhoden@gmail.com
2Professor Adjunto do Curso de Zootecnia, Instituto de CiênciasAgrárias e Tecnológicas da UFMT, Rondonópolis/MT
3Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da UFMT, Cuiabá-MT
4Professor Adjunto do Curso de Medicina Veterinária, FAMEV/ UFMT, Cuiabá/MT

Resumo: O consumo e a produção de carne suína vem crescendo continuamente ao longo dos últimos anos, sendo o Brasil um dos principais países produtores e exportadores. O objetivo deste trabalhofoi analisar os fatores ligados a compra da carne suína de Mato Grosso (MT) e do Rio Grande do Sul (RS). Fez-se o uso de questionário padronizado, contendo questões fechadas, onde uma amostragem de 400 pessoas em cada estado foi entrevistada em diferentes supermercados. Foi realizado somatório de cada resposta, cálculo das percentagens e dos valores absolutos, que por sua vez, foram analisadosestatisticamente pelo teste do qui-quadrado (χ2) ao nível de 5% de probabilidade. Observou- se que em ambos os estados a maioria dos entrevistados afirmaram que fazem planejamento quanto a aquisição da carne suína. Sendo que o fator mais importante da compra, em MT é o aspecto (46,30%), enquanto que para o RS é o sabor (66,98%). A maioria dos consumidores nos dois estados preferem comprar a carnesuína em supermercados e açougues ao invés de feiras ou diretamente de produtores. Para as características avaliadas de preço e disponibilidade da carne suína, observou-se que os consumidores de RS que o preço (68,90%) e a disponibilidade (84,60%) estão adequados, porém para os consumidores do Mato Grosso (MT) a maior porcentagem dos resultados alegaram o preço médio (39,23%) e a disponibilidade boa(53,40%), demonstrando um perfil socioeconômico diferenciado.


Palavras-chave: carne, consumidor, disponibilidade, preço, suínos

Abstract:

Keywords:

Introdução
No mundo cresce a exigência dos consumidores pela segurança alimentar. A certificação internacional é a ferramenta básica para garantir a origem e a qualidade dos produtos e processos agroindustriais e depende de um complexosistema de informação, ou de rastreabilidade, desde a produção das matérias primas (Portelle et al., 2000; Cochoy , 2001).
Para as indústrias agroalimentares, conhecer as escolhas e a necessidades do cliente por meio
da pesquisa de mercado é um meio de diminuir os riscos de investimento e minimizar erros nos planos de marketing, além de estabelecer estratégias de gestão.
Embora a carnesuína seja a mais consumida em todo o mundo, os consumidores brasileiros preferem a carne de aves e de bovinos. A média de consumo de carne suína in natura no Brasil é 12,1kg/hab/ano, enquanto a média mundial é 14,5kg, e a européia é mais de 40kg (Abipecs, 2010). Preconceitos e falta de informação sobre a qualidade da carne suína podem ser uma das causas do baixo consumo.
Este trabalho teve comoobjetivo verificar os fatores ligados a compra da carne suína e suas preferências pelos consumidores de Mato Grosso (MT) e do Rio Grande do Sul (RS).


Material e Métodos
A pesquisa foi realizada em supermercados em diferentes bairros de Rondonópolis-MT e de Santa Rosa-RS. Foram entrevistadas 400 pessoas em cada município, totalizando 800 participantes. A coleta de dados ocorreu no período de15 a 20 de janeiro de 2010. Não houve critério para a seleção dos entrevistados, com exceção, não sendo abordadas as crianças e os adolescentes. As entrevistas aconteceram em dias alternados da semana. Apesar de não apresentados neste trabalho a maior parte dos entrevistados foi composta por pessoas do sexo feminino, apresentando a faixa etária de 18 a 40 anos.
As perguntas permitiram...
tracking img