Resumo de reforma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (278 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
O presente trabalho foi elaborado com o objetivo de mostra que durante a Idade Média, a Igreja Católica foi objeto de diversos movimentos que se propunham a reformar suasestruturas, corrigindo aos abusos do clero e recuperando a pureza original do cristianismo. Entretanto, todos os autores dessas reformas papas, bispos, fundadores de ordens religiosassempre formam pessoas pertencentes aos quadros da Igreja e por mais que dela discordem, eram incapazes de desligar-se, dessa instituição.
Queriam, enfim arrumar a casa e nãoconstruir outra. No final a Idade Média, entretanto, as insatisfações religiosas contra a Igreja acumularam-se de tal maneira que desemborcaram num movimento de ruptura: a Reforma do séculoXVI. As graves críticas apresentadas contra a Igreja já não permitiam apenas consertar internamente a casa. Os reformistas romperam com a Igreja Católica, provocando a quebra efetiva daunidade do pensamento ocidental cristão.
A Reforma representou um dos movimentos históricos fundamentais do inicio dos tempos modernos. Foi motivada por um complexo de causas queultrapassam os limites da mera constatação religiosa.
Esse movimento resultou na divisão da igreja do Ocidente entre os “católicos romanos” de um lado e os “reformados” ou “protestantes”de outro; entre esses surgiram varias igrejas, da quais se destacam o Luteranismo (de Martinho Lutero), as igrejas reformadas e os Anabaptistas. A Reforma teve intuito moralizador,colocando em plano de destaque a moral do individuo, conhecedor agora dos textos religiosos, após séculos em que estes eram domínio privilegiado dos membros da hierarquia eclesiástica.Suas principais figuras foram Jan Huss (1370-1415), Martinho Lutero (1483-1546) e João Calvino (1509-1564) A resposta da Igreja Católica foi um movimento conhecido como contra reforma.
tracking img