Resumo de pierre bourdieu

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (324 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Pierre Félix Bourdieu  foi um importante sociólogo francês. Desenvolveu, ao longo de sua vida, diversos trabalhos abordando a questão da dominação e é um dos autores mais lidos, em todo o mundo, noscampos da Antropologia e Sociologia.
1951 entra na Faculdade de Letras de Paris, na Escola Normal Superior logo depois entra na faculdade de filosofia assumindo assim a função de professor em MoulinsEm 1960 torna-se assistente de Raymond Aron, na Faculdade de Letras de Paris e principia seus estudos acerca do celibato. Ainda em 1960 integra-se ao Centro de Sociologia Europeia, do qual torna-sesecretário geralno ano de 1962.
Com sua carreira repleta de estudos contribui significativamente para a sociologia no século XX.Logo depois estende sua atividades pelo mundo chegando em Harvard naEuropa e Chicago onde ministra sua primeira aula inaugural no centro de sociologia da Europa propondo sua ideia com a Sociologia da Sociologia constituída de um olhar crítico sobre a formação dosociólogo como censor e detentor de um discurso de verdade sobre o mundo social.
A entrada de Pierre no estruturalismo
Pierre, permitindo ter seu pensamento rotulado, adota como nomenclaturaestruturalismo construtivista.
Esta postura consiste em admitir que existe no mundo social estruturas objetivas que podem dirigir, ou melhor, coagir a ação e a representação das pessoas. No entanto, tais estruturassão construídas socialmente assim como os esquemas de ação e pensamento, chamados por Bourdieu de habitus. A verdade da interação nunca está totalmente expressa na maneira como ela se nos apresenta. Umadas mais importantes questões na obra de Bourdieu se centraliza na análise de como os agentes incorporam a estrutura social, ao mesmo tempo em que a produzem e reproduzem. Neste sentido se podeafirmar que ele relacione com o Estruturalismo, ao mesmo tempo que pensa em que espécie de autonomia os agentes tem. Bourdieu, então, se propõe a superar tanto o objetivismo estruturalista quanto o...
tracking img