Resumo de metodologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2197 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE ÁREA 1



RESUMO CAPÍTULO 1 – METODOLOGIA CIENTÍFICA

Salvador
2013
FACULDADE ÁREA 1



RESUMO CAPÍTULO 1 – METODOLOGIA CIENTÍFICA

Trabalho acadêmico apresentado a Professora Eliaura Maria Brito Santos, da disciplina Metodologia da Pesquisa como requisito parcial de avaliação da AP.

Orientador:

Salvador2013

Resumo
Capítulo 1 – Ciência e ConhecimentoCientífico

1.1O Conhecimento científico e outros tipos de conhecimentoO conhecimento científico difere do conhecimento popular pois propaga-se por meio de procedimentos científicos. Portanto, difere do conhecimento popular adiquirido através da educação informal.1.1.1 Correlação entre Conhecimento Popular e Conhecimento científicoO conhecimento popular difere do conhecimento científico pela forma,o modo ou o metódo e os instrumentos do “conhecer”. Segundo Bunge ( 1976:20), a descontinuidade radical existe entre a Ciência e o conhecimento popular, não nos deve fazer ignorar certa continuidade em outros aspectos, principalmente quando limitarmos o conceito de conhecimento vulgar ao “bom senso”. Verifica-se que tanto o “bom senso” quanto a ciência almejam ser racionais e objetivos.1.1.2 Características do Conhecimento Popular
O conhecimento popular, lato sensu, é o modo comum, corrente e espontâneo de conhecer, que se adquire no trato direto com as coisas e os seres humanos. Para Ander-Egg (1978:13-4), o conhecimento popular caracteriza-se por ser predominantemente superficial, sensitivo, subjetivo, assistematico e acrítico.1.1.3 Os Quatro Tipos deConhecimento
É sabido que o conhecimento científico diferencia-se do conhecimento popular. Essa diferença ocorre também em relação aos conhecimentos filosófico e religioso. 1.1.3.1 Conhecimento PopularO conhecimento popular é valorativo pois se fundamenta numa seleção operada com base em estados de ânimo e emoções. Também é relexivo, mas, estando limitado pela familiaridade com o objeto, não pode serreduzido a uma formulação geral. As características de assistemático baseia-se na “organização” particular das experiências próprias do sujeito cognoscente. É verificável, visto que está limitado ao âmbito da vida diária e diz respeito ao que se pode perceber no dia a dia. E então, também é falível e inexato, pois não permite a formulação de hipóteses sobre a existência de fenômenos situados alémdas percepções objetivas.
1.1.3.2 Conhecimento Filosófico
O conhecimento filosófico é valorativo, pois seu ponto de partida consiste em hipóteses, que não poderão ser submetidas à observação. É não verificável, já que os enunciados das hipóteses filosóficas não podem ser confirmados nem refutados. É racional, em virtude de consistir num conjunto de enunciados logicamentecorrelcionados. Tem a característica de sistemático, pois suas hipóteses e enunciados visam a uma representação coerente da realidade estudada, numa tentativa de apreendê-la em sua totalidade. Por último, é infalível e exato pois seus postulados, assim como suas hipóteses, não são submetidos ao decisivo teste da observação (experimentação).
Assim, se o conhecimento científico abrange fatos concretos,positivos, e fenômenos perceptíveis pelos sentidos, pelo emprego de instrumentos, técnicas e recursos de observação, o objeto de análise da filosofia são ideias, relações conceptuais, exigências lógicas que não são redutíveis a realidades materiais e, por essa razão, não são passíveis de observação sensorial direta ou indireta (por instrumentos), como a que é exigida pela ciência experimental.1.1.3.3 Conhecimento ReligiosoO conhecimento religioso apóia-se em doutrinas que contêm proposições sagradas (valorativas), por terem sido reveladas pelo sobrenatural (inspiracional) e, por esse motivo, tais verdades são consideradas infalíveis e indiscutíveis (exatas); é um conhecimento sistemático do mundo como obra de um criador divino; as evidências não verificadas: está sempre...
tracking img