Resumo de ia - sergio palma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1656 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Asas da Computação
Muitos acham que a inteligência computacional é um fracasso e argumentam que uma máquina realmente inteligente não pode ser construída, apresentando provas matemática dessa impossibilidade. Mesmo assim, o campo da IA continua prosperando, e as máquinas inteligentes já fazem parte da sociedade.
Quando Alan Turing escreveu pela primeira vez sobre a possibilidade de inteligênciaartificial, em 1950, ele sugeriu que as pesquisas deveriam se concentrar numa entrevista competitiva. Para Turing, um bom teste para averiguar o sucesso da IA seria um “jogo de imitação”, no qual um árbitro humano manteria uma conversa simultânea com um computador e outra pessoa, e tentaria diferenciá-los. O árbitro poderia falar sobre qualquer assunto, e a máquina aprovada seria aquela capaz deconversar sobre temas diferentes de forma tão convincente quanto o humano. Se o árbitro não conseguisse diferenciar um do outro após algum tempo, a máquina passaria no teste (pareceria humana).
O teste recebeu diversas críticas e análises. Segundo opinião de Viver Mente&Cérebro, ele disseminou um ponto de vista equivocado sobre as ambições adequadas da área de IA. Foi um experimento malprojetado, pois dependia da subjetividade do árbitro, com objetivo questionável (pois temos inteligência humana de sobra) e limitado em termos culturais (uma conversa aceitável para ingleses pode ser reprovada por japoneses). O próprio Turing notou que alguém poderia ser reprovado por ser muito inteligente. Segundo relatos, alguns árbitros classificaram uma pessoa como sendo máquina baseados no fato deque ela produzia parágrafos extensos e bem escritos de textos informativos.
O propósito científico da IA é entender a inteligência como computação, e o tecnológico é construir máquinas que superem ou estendam de forma útil as habilidades mentais humanas. Tentar imitar uma conversa humana contruibui muito pouco para tais objetivos.
Quase nenhuma pesquisa nessa área dedica-se a tentar passar oteste de Turing. O progresso na IA não é medido comparando sua fidelidade à conversação humana. Mesmo assim, muitos críticos apontam a falta de progresso em relação a essa velha ambição.
É mais útil pensar na IA como estudo de como os sistemas computacionais devem ser organizados para que ajam de forma inteligente. Existem diversas aplicações com esse objetivo, que fazem recomendações deinvestimento ou diagnósticos médicos, entre outras ações. Esses sistemas tomam decisões altamente especializadas, descobrem padrões relevantes em informações complexas e melhoram seu desempenho por meio do aprendizado.
Computadores realizam há anos tarefas inteligentes. Estamos cercados de inteligência artificial, embora alguns ainda não aceitem esse fato. Há muitos exemplos de aplicações inteligentes, porexemplo: jogos de xadrez, damas, brigde e gamão, provas de teoremas matemáticos, sistemas que aprovam (ou não) pedidos de crédito, etc.
Jogos Virtuais e o Mundo Real
Em 1997, o computador Deep Blue da IBM derrotou o campeão mundial de xadrez Garry Kasparov. Embora no xadrez os computadores estejam muitas vezes levando vantagem em relação aos adversários humanos, em muitos outros jogos (comobridge, por exemplo), seu desempenho é ainda relativamente fraco. No jogo de damas e no Riversi, as máquinas são as melhores jogadoras. No gamão, assim como no xadrez, a disputa é acirrada, porém as máquinas levam ligeira vantagem nas palavras cruzadas.
Os mais avançados programas de jogos possuem, geralmente, um bom desempenho. Entretanto, os programas conseguem essa performance usando técnicas bemdiferentes das utilizadas pelos humanos. No xadrez, por exemplo, o homem levará em conta algumas dezenas (ou centenas) de posições ao selecionar um movimento. A máquina, por outro lado, considerará bilhões, selecionando um movimento entre muitas linhas de ação possíveis.
Com a grande capacidade computacional das máquinas, como os homens conseguem vencê-las? A resposta é que, embora examinemos...
tracking img