Resumo de biologia celular

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2421 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
-Bicamada lipídica: é uma estrutura formada pelo acoplamento de diferentes lipídios. Os fosfolipídios são predominantes na bicamada e são formados por duas porções: polar (cabeça) e apolar (cauda). A cabeça é estruturada por glicerol (que se liga ao fosfato), fosfato e um grupamento específico; por ser polar, constitui a porção hidrofílica e se volta para os meios aquosos, ou seja, para o meiocitossólico. A cauda é estruturada por duas cadeias de ácidos graxos e, por ser apolar, constitui a porção hidrofóbica e, portanto, se volta para a região interna. Quando dois fosfolipídios trocam de folheto na bicamada lipídica ocorre um evento chamado “FLIP-FLOP” que é mediado pela ação enzimática das flipases. O colesterol se distribui assimetricamente nos folhetos da bicamada lipídica e, porapresentar em sua estrutura uma série de anéis que se ligam às cabeças dos fosfolipídios, confere certa rigidez à membrana, evitando que a mesma se torne fluida demais. Ao microscópio eletrônico, observa-se o aspecto trilaminar da membrana plasmática, pois, uma vez que o tetróxido de ósmio tem maior afinidade pelas cabeças dos fosfolipídios, formam-se duas faixas elétron-densas e, entre elas, umafaixa elétron-lúcida que, por sua vez, demonstra que as caudas dos fosfolipídios não possuem afinidade pelo tetróxido de ósmio.
- Proteínas: Periféricas (ligam-se aos folhetos da membrana apenas por ligação iônica, são facilmente retiradas) e integrais (ligam-se à bicamada lipídica por ligações covalentes, são de difícil extração). As proteínas integrais transmembranares são proteínas que possuemparte de sua molécula embebida uma – proteínas do tipo ‘unipass’- ou várias – proteínas do tipo ‘multipass’- vezes. Tais proteínas podem ser carreadoras, canais ou receptoras. Proteínas carreadoras têm a função de transportar um soluto de um lado da membrana para o outro, podendo realizar transportes passivo e ativo. Durante esses transportes, para que o soluto seja transportado, as proteínascarreadoras possuem um sítio de acoplamento do soluto que, quando se acopla ao soluto, realiza uma mudança conformacional na proteína que faz com que haja o carreamento do soluto de um lado para o outro. Elas podem ser caracterizadas quanto à quantidade e à direção dos solutos. A uniporte realiza o transporte de um único soluto em uma única direção, a simporte transporta dois solutos em uma únicadireção e a antiporte realiza o transporte de dois solutos em direções opostas, possuindo uma interdependência do transporte de um soluto em relação ao outro. Sendo chamado de transporte acoplado aquele realizado por proteínas que transportam mais de um soluto.
- Criofratura: consiste do resfriamento prévio das células seguido pela fratura das membranas da célula. A cada partícula protéica que faz umasaliência numa face, corresponde a uma depressão na face oposta. A superfície interna do folheto externo é chamada face E, voltada para o meio extracelular e com predomínio de depressões. A superfície externa do folheto interno é chamada face P, voltada para o meio intracelular e possui maior quantidade de relevos, o que é justificado pela maior incidência de proteínas de membrana ancoradas aofolheto interno.
- Glicocálice: É um conjunto de oligossacarídeos que se associam ao folheto externo da membrana plasmática.
- Fagocitose: é o englobamento de grandes partículas no qual atuam os filamentos de actina (que se prolongam para que ocorram projeções da membrana plasmática – pseudópodos – para captura de partículas) e proteínas receptoras (reconhecimento entre a membrana plasmática e apartícula a ser fagocitada); pode ser associada à nutrição e,
essencialmente, a processos de defesa celular. Fagossoma é o vacúolo no qual fica envolvida a partícula após ser englobada que, mais tarde, se associam aos lisossomas que se responsabilizam pela digestão dessas partículas.
- Pinocitose: ingestão de partículas solubilizadas no meio extracelular. Clatrina é uma proteína de...
tracking img