Resumo contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1192 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Contabilidade Social






















Contabilidade Social
É um tipo de contabilidade que procura analisar e medir os principais acúmulos de valores já existentes (ex : poupança agregada) já realizados ou efetivados, registrando a produtividade do país em períodos de tempo.
Os agregados econômicos de um país e realizado a partir de um sistema contábil, acumulandotoda a produtividade do país em um único produto nacional bruto, coo se fosse uma empresa.
Sistemas de contas nacionais é um método tradicional que mede somente as transações com bens e serviços finais, e não as operações comerciais que refere-se a insumos ou matéria prima.
Matriz de relações Inter setoriais é o sistema que fornece informações mais completas já que exigi valores maisdetalhados, incluindo transações intermediarias, que possibilita também a analise de vários setores de atividade.

Princípios básicos das contas nacionais
Para os levantamentos e medições dos agregados econômicos, deve-se saber:
• Considerar apenas as transações com bens e serviços finais, sem considerar, por exemplo, os custos de matéria-prima, componentes e demais produtos intermediários;• Medir apenas a produção corrente do período

• As transações referem-se ao fluxo de certo período de tempo;

• A moeda é neutra, para padronizar os bens e serviços fisicamente diferentes;

• Não são considerados os valores das transações puramente financeiros.


Economia a dois setores: família e empresa
A partir do fluxo continuo dos chamados agentes macroeconômicos(família, empresa, governo e setor externo), pode-se avaliar o desempenho econômico do período.
Ótica de produto: é a produção e vendas de bens e serviços finais da economia.
Ótica de renda: é a remuneração dos fatores de produção (salário, juros, aluguéis e lucros).
Produto Nacional: é o somatório de toda a produção de um país em dado período de tempo.
Despesa Nacional: é a soma das despesas dasfamílias com bens de consumo, despesas com investimentos das empresas, gastos do governo e gasto do setor externo com o Produto Nacional.
Renda Nacional: é a soma dos rendimentos pagos aos fatores de produção, pela utilização de seus serviços produtivos, em determinado período de tempo.
Valor Adicionado: é o valor que se adiciona ao produto em cada estagio da produção, calculando o que cada ramo deatividade adicionou ao valor do produto final, em cada etapa do processo produtivo.
Formação de capital: poupança, investimento e depreciação.
Poupança Agregada: a uma parte da renda nacional que não é gasta no período, que é calculada na diferença da renda do individuo e o seu consumo, poupança é todo o dinheiro guardado de uma economia (desde bancos até colchões), seja onde estiver.
OInvestimento agregado: é todo o dinheiro investido em produtos não consumidos ou consumíveis, que aumenta a capacidade produtiva.
Depreciação: é o gasto de equipamentos de capital de economia num dado período.

Economia a três setores: agregados relacionados ao setor publico
O setor publico é considerado uma da três esferas: união estado e município.

Receita Fiscal do governo

A arrecadaçãofiscal do governo constitui-se das seguintes receitas:

• Impostos indiretos: incidem sobre bens e serviços. Exemplos: ICMS, IPI;

• Impostos diretos: incidem sobre as pessoas (físicas e empresas). Exemplos: Imposto de Renda, IPTU;

• Contribuições à Previdência Social: encargos trabalhistas recolhidos de empregados e empregadores;

• Outras receitas: taxas (por exemplo,pedágios), multas, aluguéis etc.


Gastos do governo

Nas contas Nacionais, são considerados três tipos de gastos governamentais:

Gastos dos ministérios e autarquias: as receitas provêm de dotações orçamentárias, são os gastos com os serviços do governo (educação, bens públicos, como justiça, segurança, diplomacia, planejamento) não têm preço de venda de mercado.

Gastos das empresas...
tracking img