Resumo comentado do artigo: formar professores em contextos sociais em mudança; prática reflexiva e participação crítica (philippe perrenoud)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1899 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Adriana Carla Oliveira de Morais Vale

RESUMO COMENTADO DO ARTIGO: Formar Professores em Contextos Sociais em Mudança; Prática Reflexiva e Participação Crítica (Philippe Perrenoud)

Perrenoud em seu texto nos leva a uma reflexão sobre as transformações da sociedade fazendo uma relação com a formação dos professores. É fato que tudo muda rapidamente, no entanto a formação do professor aindanão acompanha o ritmo acelerado dessas transformações. Haveria uma mobilidade da escola diante dessas transformações? Será que a escola poderia continuar estática?
Nesse contexto a escola está dentro da sociedade que vive num circulo de movimentos, tentando se adaptar às mudanças, às novas tecnologias, às novas exigências do mercado de trabalho. No entanto a escola não pode se transformar a cadamudança que surge, seja política ou econômica. A escola é um porto seguro onde os indivíduos podem recorrer a qualquer momento, em todo tempo.
Diante disso, há uma necessidade do professor refletir sobre sua prática, observando a inovação e a cooperação.
No entanto, não há uma política que esteja preocupada com esse tipo de assunto. Afinal quanto mais pessoas menos esclarecidas, melhor paramanipula seus pensamentos.
Em contrapartida, a escola não poderia cumprir sua missão se mudasse de finalidades a cada mudança de governo e tremesse sobre suas bases cada vez que a sociedade fosse tomada por uma crise ou por conflitos graves.
Conforme Perrenoud, um outro fator intervém: a despeito das novas tecnologias, da modernização dos currículos, da renovação das idéias pedagógicas, o trabalhodos professores evolui lentamente porque depende pouco do progresso técnico, porque a relação educativa obedece a uma trama bastante estável e porque suas condições de trabalho e sua cultura profissional instalam os professores em rotinas.
O autor afirma que, quando a sociedade se preocupa verdadeiramente em elevar o nível cultural das gerações, isso acontece para responder à demanda de educaçãodos pais das classes médias. Com essa realidade a sociedade deve-se unir a classe de professores para que haja uma política que melhore a escola pública, que dê condições de trabalho aos profissionais da educação, qualidade e eficiência, numa política visionária de mudança significativa na sociedade.
É de conhecimento daqueles que estão convencidos de que a escola deve se adaptar à “vidamoderna” e “tornar-se mais eficaz”, que é necessário elevar o nível de formação e de profissionalização dos professores, mas para isso rejeita a necessidade de investimento nessa formação.
Em seu artigo Perrenoud deixa claro que essa ambivalência tem dois fundamentos: em primeiro lugar: sabem que não se pode formar professores com um nível mais alto e dar-lhes mais responsabilidades sem pagá-los melhor e;em segundo lugar: temem que os professores formados numa prática reflexiva, para a participação crítica e para a cooperação, tornem-se os condutores em potencial.
Diante disso, Perrenoud evidencia que o progresso da escola é indissociável de uma profissionalização crescente dos professores. Para o autor, esse paradigma de profissionalização parece irreal nos países que não tem os meios de formarde modo satisfatório os professores simplesmente qualificados.
Os desafios com que se defrontam os países em desenvolvimento reclamam uma forma de prática reflexiva e de participação crítica, enquanto os países mais desenvolvidos parecem não esperar grande coisa de seus professores, a não ser que dêem aula.
Perrenoud cataloga as competências de base que os professores cujas competênciasdisciplinares, didáticas e transversais são frágeis arriscam-se a perder o domínio de sua aula e tentam então desenvolver estratégias mais eficazes, aprendendo da experiência.
Como resultado disso os professores descobre por ensaio e erro os conhecimentos elementares que poderiam ter construído durante sua formação profissional, tendo a necessidade de confiança que elas próprias constroem seus...
tracking img