Resumo: barreto, simone dos santos. castro, luciana. formação e práticas em saúde defonoaudiólogos inseridos em serviços públicos de saúde. in: temas livres. págs. 201-210. rio de janeiro, 2011.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (718 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do Estado da Bahia UNEB
Departamento de Ciências da Vida DCV
Curso: Bacharelado em Fonoaudiologia
Disciplina: Saúde Pública Aplicada à Fonoaudiologia
Docente: Ana Regina GranerDiscente: Daniela Teixeira Gonsalves

Resumo:

BARRETO, Simone dos Santos. CASTRO, Luciana. Formação e práticas em saúde de fonoaudiólogos inseridos em serviços públicos de saúde. In: Temas Livres.Págs. 201-210. Rio de Janeiro, 2011.

Salvador, 14 de fevereiro de 2012
As autoras Simone dos Santos Barreto e Luciana Castro fizeram uma pesquisa com dez fonoaudiólogas formadas pela URFJ entre osanos de 1998 e 2001 com o objetivo de traçar o perfil destes profissionais quanto à importância da sua formação, o quanto sua graduação contribuiu para as práticas fonoaudiológicas nos serviçospúblicos de saúde.
O curso de graduação em fonoaudiologia da UFRJ foi modificado de acordo com as propostas das DCN do ensino superior. Essa modificação proporcionou um aumento na carga horária do curso, acriação de novas disciplinas bem como a extinção de outras ou até mesmo a criação de algumas e aumentou a carga horária das disciplinas práticas com o intuito de se melhorar a formação desseprofissional para que o cuidado com a saúde se concretize.
Foi constatado que a realização de estágios durante a graduação constituiu-se um forte elemento que impulsiona os graduandos a buscarem estágiosextracurriculares. Entretanto essa busca por estágios extracurriculares demonstra que os graduandos não são preparados adequadamente na clínica-escola para poder atuar no SUS, pois a realidade da populaçãoatendida na clínica escola difere da que é atendida no SUS, além de que na graduação, por não haver o devido comprometimento no ensino de disciplinas específicas que ajudam na politização nem naconscientização dos alunos na sua inserção efetiva e prática no SUS. Os graduandos não se sentem preparados para atuar no SUS, por não terem o devido conhecimento. Os estágios curriculares preparam os...
tracking img