Responsabilidade social e meio ambiente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9921 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANHANGUERA EDUCACIONAL









DISCIPLINA: RESPONSABILIDADE E SOCIAL E MEIO AMBIENTE
DISCIPLINA: RESPONSABILIDADE SOCIAL E MEIO AMBIENTE

Trabalho para fins avaliativos apresentado ao Curso de Ciências Contábeis da Faculdade Interativa Uniderp – Anhanguera, na disciplina de Responsabilidade Social e Meio Ambiente, como requisito parcial para obtenção do título de Bacharel emContabilidade.

Orientador: Edilene Maria de Oliveira.


Ceres
2011










SUMÁRIO

1 SUSTENTABILIDADE..................................................................................4,5,6,7,8.
2 POLITICA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE.....8,9,10,11,12,13,14,15,16,17.
3 SANEAMENTOAMBIENTAL...........................,17,18,19,20,21,22,23,24,25,26,27.
4 CONSIDERAÇÕES FINAIS....................................................................................28.
5 CONCLUSÃO..........................................................................................................29.
6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.....................................................................30.1 SUSTENTABILIDADE

Atualmente, vêm-se buscando alternativas para que o desenvolvimento socioeconômico seja sustentável pela ameaça da escassez dos recursos naturais. Como o impacto do setor agroindustrial, mais precisamente do complexo agroindustrial canavieiro, a deterioraçãoambiental é significativo, é fundamental que sejam consideradas as externalidades negativas provocadas pela queima do canavial no meio ambiente e a necessidade de internalização econômica desses efeitos. Assim, neste estudo, são analisados alguns procedimentos e técnicas utilizados para valorar o meio ambiente, tendo em vista os efeitos causados por ações antrópicas (os efeitos causados ao meioambiente pela queimada da cana-de-açúcar), avaliados em termos econômicos pelo método de valoração econômica.
A valoração econômica do meio ambiente, feita de uma forma simples, envolvendo os valores observados na economia gerada pela não utilização da queimada na pré-colheita, pode ser usada como valor de indenização em caso de desrespeito à Lei o que levaria a um valor de aproximadamente R$14.296,60 (valor do VET encontrado) por hectare, que, se bem aplicado, representaria uma verba considerável para a recuperação ambiental.
Com a ameaça da escassez dos recursos naturais, vêm-se buscando alternativas para que o desenvolvimento socioeconômico seja sustentável.
A introdução do capital natural na análise econômica faz-se necessário já que os custos da degradação ambiental e do consumo derecursos naturais não têm sido adicionados aos processos produtivos, avaliando-se os fluxos de estoques naturais e contribuindo para a definição de uma escala sustentável da economia. A valoração ambiental é essencial, caso se pretenda que a degradação da grande maioria dos recursos naturais seja interrompida antes que ultrapasse o limite da irreversibilidade.
A pressão crescente, em nível mundial,existe sobre as organizações industriais para que adotem medidas de proteção ao meio ambiente, faz com que as empresas, dependendo do contexto em que atuam, reformulem suas estratégias competitivas incluindo a variável ambiental (MIRANDA et al, 1997). Quando estas organizações industriais abrangem uma grande área produtiva do País, o problema do gerenciamento ambiental se torna essencial, como éo caso do complexo agroindustrial canavieiro, pois a cana para a indústria é a mais importante lavoura do País, tanto quando se visualiza sua contribuição para o valor da produção, quanto à sua geração de emprego.
Um fato importante já aconteceu na área canavieira: o binômio açúcar/álcool pode-se transfigurar no trinômio açúcar/álcool/bagaço. O bagaço de cana-de-açúcar vem se tornando cada vez...
tracking img