Responsabilidade social corporativa em empresas privadas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5763 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA EM EMPRESAS PRIVADAS ( mudar o nome para a Sustentabilidade e o Contexto Organizacional)













RESUMO


( Favor deixar claro no resumo, que será feita uma importante apresentação dos conceitos associados à idéia de sustentabilidde, e posteriormente associar sustentabilidade no contexto organizacional) – Reescrever todo esseresumo.


Pode- se dizer que na definição das organizações coloca, em primeiro plano, sua independência diante aos poderes instituídos, isto é, o estado. Contudo, estas organizações não podem abstrair dos governos para atingir suas ações. Sendo que, por um lado está o marco legal que motiva o modelo jurídico e fiscal pelo qual carecem guiar-se, a gestão de pessoal no campo legal das garantiassociais. Por outro lado, está o marco das relações internacionais e a política geral do estado brasileiro a respeito, por exemplo, do aporte de recursos por parte de organismos internacionais e as ingerências exteriores nas questões nacionais.


Palavras-chave: responsabilidade social – corporativismo – empresas privadas






1 INTRODUÇÃO






De acordo com Drukher[1], asustentabilidade tem como propriedade fundamental a preocupação com o longo prazo e com a gestão global da organização. Distingue- se ainda como um processo por meio do qual os administradores determinam os objetivos, a forma de buscá-los estratégia e as restrições e capacidades internas e externas à organização.


Sendo assim, Kunsch[2] enfatiza que é essencial ao ser humano asustentabilidade. Sendo que, mesmo sem perceber, sempre se está atingindo planejamentos. Seja de uma simples viagem, seja um planejamento financeiro. Finalmente, planejar é elaborar um roteiro, ainda que de forma abstrata, no qual coloca- se que decisões vão ser tomadas, quando e como serão tomadas, antes de atuar, para se alcançar um acurado desígnio. Sendo que, a sustentabilidade é um artifício que sedesigna a produzir um ou mais estados futuros desejados que não deva acontecer, a menos que alguma coisa seja feita.


Salienta- se assim, que terceiro setor pode ser abrangido, conforme Salomon apud Falconer[3], como as organizações cerimoniais, privadas, não distribuidoras de lucro, autônomas, voluntárias e de finalidade pública, mesmo com os constantes debates a respeito da definição dasorganizações que competem a esse grupo, não existe dúvidas de que simulam uma quantidade relevante de organizações no mundo e no contexto brasileiro.






2 REFERENCIAL TEÓRICO


( Onde esta o texto, encarregado de pontuar e explicar o referencial teórico utilizado no artigo?)


Desse modo, Ackoff[4] assegura que é preciso abranger a sustentabilidade organizacional amatriz da empresa é culpado pelo projeto de um seguimento corporativo para dirigir toda a empresa; toma decisões quanto à quantidade de recursos a colocar para cada divisão, assim como sobre que negócios começarem ou eliminar. Dessa forma, cada divisão coloca um plano da divisão cobrindo a alocação dos recursos para cada unidade de negócio, dentro da divisão. Cada unidade de negócios amplia umseguimento da unidade de negócios, que a leve a um futuro lucrativo. Por fim, cada nível de produto (linha de produtos, marca) dentro de uma unidade de negócios, desenvolve um plano de marketing para abordar seus desígnios no mercado do produto.






2.1 A responsabilidade social






Pode- se dizer que a sustentabilidade pode ser estimada como a mais decidida ferramentada Administração de Empresas. Sendo que, isto é tão real que quase a totalidade dos gestores de negócios a conceitua como eficaz sua implementação. Entretanto, de modo amplo, as empresas necessitarão implantar sistemas que estimulem a produtividade, com orientação para resultados com inovações e eficácia. Desse modo, o empreendedorismo será colocado em prática e a possibilidade de as empresas...
tracking img