Respiracao e excrecao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1122 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Respiração e Excreção
Todos os seres vivos necessitam de obter energia para poderem realizar os seus processos vitais.
O processo mais comum de obter essa energia é a respiração aeróbia, que se realiza a nível celular.
Ao nível do organismo designa-se por respiração o mecanismo segundo o qual são efectuadas as trocas gasosas através de uma superfície respiratória.
O sistema respiratório nãosó fixa e distribui oxigénio, mas também elimina dióxido de carbono.
Para que as trocas gasosas se realizem, estes gases atravessam por digusão uma superfície respiratória.
De acordo com a natureza desta, podemos considerar:
- Respiração cutânea (pele)
- Respiração branquial (brânquias - estruturas filamentosas, muito irrigadas de sangue)
- Respiração traqueal (traqueias – tubos ramificadoscom forma laminar)
- Respiração pulmonar (pulmões)

No caso de animais simples a razão área/volume do corpo é elevada, pelo que a superfície corporal é suficiente para o animal obter O2 suficiente para a produção de energia.
À medida que a razão área/volume diminui a superfície corporal torna-se insuficiente para a obtenção de O2 necessário. Por isso surgiram outras estruturas especializadas emtrocas gasosas. As trocas gasosas realizam-se por difusão simples e por isso as membranas das superfícies respiratórias apresentam características que aumentam a eficácia da difusão:
- São superfícies húmidas, possibilitando a difusão de O2 e CO2;
- São estruturas finas, constituídas por tecido epitelial pavimentoso;
- Apresentam-se densamente vascularizadas;
- Possuem uma grande superfíciede contacto entre o meio interno e o ambiente;

As trocas de gases respiratórios podem ocorrer por dois processos:
• Difusão directa – os gases respiratórios difundem-se directamente através da superfície respiratória para as células, com a intervenção de um fluido de transporte;
• Difusão indirecta – os gases passam para a superfície respiratória através de um líquido circulante queestabelece a comunicação com as células e o meio externo. Este intercâmbio designa-se por hematose.

Características gerais das superfícies respiratórias
Nos cnidários e platelmintes dada a sua simplicidade não existe sistema respiratório. As trocas realizam-se por difusão através da parede do corpo.
Nos anelídeos as trocas realizam-se através da superfície corporal. No entanto, dado que estes animaissão mais espessos, os tecidos profundos teriam dificuldade em obter o O2. O facto de o corpo destes animais estar permanentemente húmido e densamente vascularizada, contribui para que o O2 se dissolva na água e passe ás células – Hematose cutânea.
Nos artrópodes o sistema respiratório depende do ambiente onde estes animais se encontram. Assim os insectos possuem um sistema traqueal, os crustáceosum sistema branquial e os aracnídeos um sistema filotraqueal.
A maior parte dos animais aquáticos utiliza brânquias na respiração. Quanto mais complexos são os seres vivos, mais complexas são as suas brânquias.
Nos equinodermes, as brânquias são pequenas e simples, sendo a distribuição do oxigénio feita pelo fluido celómico.
Nos peixes cartilagíneos, as brânquias ou guelras encontram-sesituadas dum e doutro lado da cabeça, estando cada uma ligada aos arcos branquiais. Possuem cinco cavidades branquiais que abrem por outras tantas fendas. As brânquias são finas e muito irrigadas, permitindo um contacto estreito entre o sangue e a água em redor, aumentando a eficácia das trocas gasosas.
Os peixes ósseos respiram por brânquias alojadas na cavidade branquial e cobertas pelo opérculo.Nestes peixes as guelras são ventiladas permanentemente por uma corrente de água que entra pela boca, passa pela faringe, banha as brânquias e é lançada para o exterior através das fendas opérculares. Para que a agua entre, estes peixes abrem a boca, depois fexam-na abrindo os opérculos e forçando a água a passar por entre os filamentos branquial, para a cavidade branquial. Em cada filamento...
tracking img