Residuos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1397 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de junho de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO MATO GROSSO – UNEMAT
CURSO DE GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA CIVIL 2013.1







ESCRITÓRIO CENTRAL DE PROJETOS: UM NOVO PROCESSO RUMO AO DESENVOLVIMENTO



KASSYELE DE OLIVEIRA C.








TANGARÁ DA SERRA – MT
ABRIL DE 2013
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO MATO GROSSO – UNEMAT
CURSO DE GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA CIVIL / TURMA 2013.1







ESCRITÓRIOCENTRAL DE PROJETOS: UM NOVO PROCESSO RUMO AO DESENVOLVIMENTO


KASSYELE DE OLIVEIRA C.


Resenha do artigo científico “ESCRITÓRIO CENTRAL DE
PROJETOS: UMA PROPOSTA PARA A IMPLANTAÇÃONO
GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL”,
apresentada à disciplina de Metodologia Científica, no curso
de graduação de Engenharia Civil.



Tangará da Serra – MT
ABRILDE 2013
1. REFERÊNCIA DA OBRA

FERREIRA, Wildes. Escritório Central de Projetos: Uma proposta para a Implantação no Governo do Estado de Mato Grosso do Sul. Fundação Escola de Governo do Mato Grosso do Sul / VI Prêmio de Gestão Pública, 2010. Disponível em: HTTP//www.escolagov.ms.gov.br/controle/ShowFile.php?id=75230

2. CREDENCIAIS DA AUTORIA

Kassyele de Oliveira Conceição é Brasileira,nascida em Juína - MT. Acadêmica de Engenharia Civil da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT).

3. CONHECIMENTO DETALHADO DA OBRA

O artigo científico “Escritório Central de Projetos: Uma proposta para a Implantação no Governo do Estado de Mato Grosso do Sul” de Wildes FERREIRA, sugere um modelo de Escritório Central de Projetos, que visa o melhoramento dos projetos em geral dogoverno, oferecendo benefícios e eficiência, tanto para os projetos quanto para a sociedade. Inicialmente, ele apresenta as características do Estado do Mato Grosso do Sul, o qual foi sugerido para implantar o modelo. Mato Grosso do Sul tem uma área de 358.159 km², possui 78 municípios e uma população de aproximadamente 2.265 021 habitantes. Encontra-se na região Centro-Oeste do Brasil. O PIB do Estadoé de R$19.953.528.615,0 (2004), e per capita R$8.944.95. O estado tem como principais fontes econômicas a agricultura e a agropecuária. Cerca de 20% da energia consumida é pelas indústrias, nas quais a maioria é de alimentos. Uma característica estritamente significativa, é que a taxa de crescimento desse estado tem superado a média anual da economia brasileira nos últimos anos. Porém, sãograndes as dificuldades para manter esse perfil ao longo do tempo, e o programa que pode solucionar os problemas que regride o crescimento é o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), o qual procura estimular investimentos e permitir uma aceleração das taxas do crescimento brasileiro. FERREIRA a seguir apresenta a proposta para a Implantação do Escritório Central de Projetos no Governo do Estado doMato Grosso do Sul, o qual pretende orientar e apoiar os gerentes de projetos, possibilitando o desenvolvimento dos mesmos com mais eficiência. O governo do Estado de MS possui uma estrutura administrativa desde 01 de janeiro de 2007, em função de desenvolvimentos de projetos e ações governamentais.Em conseqüência da instabilidade econômica e política mundial, e da modernização pública, surgiu umespaço para uma gestão administrativa profissional. Os governantes em geral buscam então tentativas de melhorias da gestão pública, com propostas de mudanças. No Estado do Mato Grosso do Sul, foi observado que a política de gestão pública poderá tornar o poder público focado nos desafios, para torná-lo um estado voltado para o desenvolvimento. Nesse governo ainda, existem programas deplanejamentos em gestões anteriores, como os Estudos de Cenários de Longo Prazo MS 2020, os Planos Regionais de Desenvolvimento, o Zoneamento Ecológico Econômico (ZEE), e o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Esses programas possuem uma carteira de projetos para atingir objetivos, metas, obtenção de vantagem competitiva e melhora do desempenho da gestão, reduzindo a capacidade dos municípios e...
tracking img