Residuos solidos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1584 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Um dos maiores problemas que aflige as administrações municipais no Brasil e no mundo é a destinação dos rejeitos gerados nas mais diversas atividades humanas.
A problemática resultante da geração dos resíduos sólidos urbanos – RSU, aqueles gerados no ambiente municipal, é cada vez mais preocupante devido ao grande crescimento populacional e o desenvolvimentotecnológico das ultimas décadas, o que levou o aumento do consumo de bens e, conseqüentemente, da geração de lixo.
Esses resíduos, que podem ser líquidos, gasosos ou sólidos, quando eliminados inadequadamente, traduzem-se em poluição, contaminação e, sobretudo, no desperdício de recursos naturais, como o ar, as mananciais e o solo.
O município de Brasilândia situado no estadodo Tocantins, objeto de estudo deste trabalho, se enquadra nos municípios de pequeno porte que dispõem seus rejeitos a céu aberto, sem nenhum tratamento prévio. A gestão dos resíduos sólidos no município limita-se a capina das ruas e coleta de três vezes por semana em toda a cidade, incluindo os seguintes tipos de resíduos produzidos no município que são:
• Domiciliar: Construídos de restosde comidas, embalagens plásticas, papeis em geral, entre outros.
• Público: Composto por folhas em geral, galhos de arvores, papeis, plásticos, entulhos de construção, terras, animais mortos, madeiras e moveis danificados.
• Comercial: Gerado pelo setor terceiro (comercio em geral). É composto especialmente por papeis, papelão, plásticos e restos de verduras.
• Saúde: Proveniente dehospitais, farmácias, posto de saúde e casas veterinárias. Composto por seringa, vidros de remédio, algodão e gases.
(obs. Este lixo é muito perigoso e deve ter um tratamento diferenciado, desde a coleta ate a sua disposição final, no município de Brasilândia ele é coletado por uma camioneta e levado separado dos resíduos sólidos, são depositados em valas e incinerados.
• Entulhos:Concretos, madeiras, metal, papelão, plásticos, gesso e outros.
• Eletrônicos: É o nome dado aos resíduos resultantes da rápida absolencia de equipamentos eletrônicos (o que inclui televisores tele moveis computadores, geladeiras, celulares e outros dispositivos).
No município habitam 2.120 pessoas, sendo 1.523 residentes na zona urbana e 597 residindo na zona rural em Tupiratã,distrito de Brasilândia, localizada a 10 km da cidade. A mesma localiza-se na região noroeste do estado, com predominância do clima tropical. No qual o índice de desenvolvimento é de 0, 683%. A área do município é de 636.90 km² e se localiza a 270 km da capital de Palmas.
As economias da cidade na produção agrícola são: arroz, feijão, milho, mandioca e soja.
Na pecuária são: gado decorte e leite; Extração mineral: Cascalho grosso, saibo para construção e areia branca.

DESENVOLVIMENTO

O presente trabalho apresenta as necessidades de serem adotas medidas eficazes para a melhoria do município de Brasilândia do Tocantins que é um município de pequeno porte, falho em muitas vantagens para a população com relação à coleta seletiva, plano diretor regional emunicipal de resíduos sólidos.
Uma das atividades do saneamento ambiental municipal é aquela que contempla a gestão e o gerenciamento integrado de resíduos sólidos urbanos (GIRSU), tendo Por objetivo principal propiciar a melhoria ou a manutenção da saúde, isto é, o bem estar Físico, social e mental das comunidades tendo por objetivo principal o município de Brasilândia. Os termos gestão egerenciamento, em geral, adquirem conotações distintas para grande parte dos técnicos que atuam na área de Resíduos sólidos urbanos, embora possam ser empregados como sinônimos.
A prefeitura do município disponibilizou estimativas de geração de resíduos sólidos urbanos de 3 toneladas por dia, com freqüência de coleta de 3 vezes por semana no centro e nos bairros tendo de gastos 8.000 reais...
tracking img