Residuos solidos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 49 (12184 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO
A incineração dos resíduos sólidos no brasil é feita através de um procedimento térmico que é realizado em alta temperatura (900 e 1200 graus), com tempo de residência controlada. Somente os resíduos considerados de alta periculosidade ou que precisam de total e segura destruição passam pela incineração. O processo acontece com uma decomposição feita através de oxidação em altatemperatura, o que transforma o resíduo em uma substância gasosa e uma outra parte sólida, com menor peso e tamanho.
É comum definir como resíduos sólidos todo e qualquer resíduo que resulte das atividades diárias do homem na sociedade (LIMA, 2001). SCHNEIDER et Al, (2004) amplia o conceito de resíduo a tudo que é gerado como conseqüência não desejada de uma atividade humana e, em geral, de qualquerser vivo. Esta definição pode ser simplificada como sendo o conjunto de resíduos resultantes das atividades humanas e dos animais domésticos.
A organização mundial de saúde (OMS) caracteriza os resíduos sólidos como qualquer coisa que o proprietário não quer mais, em certo local e em certo momento, e que não apresenta valor comercial, corrente ou percebido.
Ao tratar os resíduos sólidos demaneira correta, por meio de modelos tecnológicos, a associação brasileira de normas técnicas (2004) define resíduos sólidos NBR 10004/2004 como os resíduos nos estados sólido e semi-sólido, que resultam de atividades de origem industrial, doméstica, hospitalar, comercial, agrícola, de serviços e de varrição. Ficam incluídos nesta definição os lodos provenientes de sistemas de tratamento de água,aqueles gerados em equipamentos e instalações de controle de poluição, bem como determinados líquidos cujas particularidades tornam inviável o seu lançamento na rede pública de esgotos ou corpos de água, ou exijam, para isso, soluções técnicas e economicamente inviáveis em face à melhor tecnologia disponível.
Os impactos ecológicos não eram considerados nas sociedades primitivas, porque a produção delixo era reduzida e a possibilidade de assimilação ambiental era grande. Após o desenvolvimento tecnológico na revolução industrial registrada no mundo, passaram a exigir considerações capazes de limitar esses impactos. É dentro desse tipo de sociedade que, em nossos dias, o problema deve ser considerado, a fim de que esse sistema possa ser devidamente planejado, tornando-se adequado e eficiente(LIMA, 2001).
Os resíduos sólidos constituem hoje uma das grandes preocupações ambientais do mundo moderno. As sociedades de consumo avançam destruindo os recursos naturais e os bens, os quais em geral têm vida útil limitada e são transformados em resíduos, com quantidades crescentes, gerando impactos diretos na qualidade de vida e saúde humana.

2. COMPOSIÇÃO E TIPOLOGIA
Estima-se que apopulação mundial, hoje de mais de 6 bilhões de habitantes, esteja produzindo de 0,5 a 1.0 Kg de resíduos sólidos doméstico por dia (MOTA. 1997, p.202). Tal fato vem agravando o desafio a ser enfrentado pelas cidades, de assegurar o manejo adequado dos resíduos sólidos, uma vez que houve uma mudança significativa também na composição dos mesmos. Esta mudança de composição restringe sobremaneira aadoção de soluções tradicionais de tratamento, preconizadas na década de 50, a exemplo do aterro e da incineração. Enquanto, em um passado não muito distante, a produção de resíduos era de algumas dezenas de Kg/hab.ano (quilos por habitantes ano), atualmente países altamente industrializados, como os Estados Unidos, produzem mais de 700 Kg/hab.ano. No Brasil, o valor médio verificado nas cidades maispopulosas é da ordem de 180 Kg/hab.ano (BIDONE, 1999).
O resíduo sólido urbano doméstico, hoje, é constituído por uma massa heterogênea de resíduos, dos quais faz parte uma gama de produtos de risco, muitos deles tóxicos, além de materiais combustíveis, orgânicos, inertes, etc. São produtos introduzidos no mercado por hábitos que foram desenvolvidos na população, acarretando um ciclo “vicioso”...
tracking img