Residencia terapeutica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1032 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic][pic]
















IOVANA LAUREANO PRATA CARDOSO GILLET
COORDENADORA DA RESIDÊNCIA TERAPÊUTICA FEMININA
CARGO: ANALISTA EM CULTURA E DESPORTOS I













Goiânia - 2011





1. INTRODUÇÃO

Num processo de modernização e humanização, acompanhando as concepções da reforma psiquiátrica no Brasil, que propõe o acolhimento de moradores (as)portadores de transtornos mentais, de forma alternativa, e atendendo a descentralização da atenção aos portadores de transtornos mentais dos isolamentos em hospitais psiquiátricos. As Residências Terapêuticas (F/M) do Caps Esperança, vem através deste projeto inovar no cuidar de moradores (as), respeitando a individualidade de cada morador (a), e em parceria com Secretária Municipal de Educação,atravésdeste, propõe a implantação da Proposta Político Pedagógica da Educação de Adolescentes Jovens e Adultos, buscando o resgate a cidadania ao morador (a),a vivenciar formas alternativas de tratamento e oportunizando-o maior autonomia no seu dia a dia , proporcionando ao portador de transtornos mentais durante sua permanência na RTs. a prática de atividades educativas, lúdicas e recreativas, parapreparar este morador(a) a construir novas formas de lidar com seu tratamento, possibilitando assim uma reinserção a sociedade de forma completa.





2. OBJETIVOS

2.1. OBJETIVO GERAL


Oportunizar esses usuários a se inserir de forma completa na sociedade e melhorar a qualidade da vida durante o processo de tratamento, proporcionando com vivências e descobertas(limitações eautonomias) de novas possibilidades na construção de um hábito saudável com um atendimento global democrático e diferenciado.





2.2. OBJETIVO ESPECÍFICO


1- Contribuir para a melhoria dos relacionamentos inter pessoais dentro e fora da Residência Terapêutica Feminina e Masculina;
2 - Contribuir com o aumento da auto-estima;
3- Promover a consciência corporal;
4- Aumentar o ânimo e adisposição;
5- Desenvolver e estimular a coordenação motora e a criatividade;
6- Melhorar a condição física e mental;
7- Alfabetizar através das experiências próprias de cada morador (a);
7- Proporcionar ao morador (a) momentos de integração e envolvimento com outros moradores (as) e relacionamento com outras pessoas;
8- Ativação da circulação, e metabolismo medicamentoso;
9- Ocupação do tempoocioso, proporcionando ao morador (a) a convivência social, a descontração e a espontaneidade;
10- Aprender a lidar com seu próprio dinheiro, sem ajuda de terceiros.




3. MATERIAIS E MÉTODOS


A implantação deste projeto se dará no Caps em parceria com a Secretária Municipal de Educação (EAJA), integrado a Residência Terapêutica Feminina e a Residência Terapêutica Masculina, e ao projetoterapêutico individual de cada morador (a).






3.1. DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO

1- Elaboração do projeto e início das atividades;
2- Solicitação do material;
3 - Definição de horário e local para o desenvolvimento das atividades propostas;
4- A atividade contará com planejamento semanal, conforme análise dos prontuários;
5 - O usuário participará de forma ativa sugerindo eexpondo idéias, que poderão ser incorporadas ao trabalho de forma dialogada durante as sessões;
6 - As atividades acontecerão no período matutino e ou vespertino, após o café ou lanche, sendo que os atendimentos acontecem sempre em grupo;
7 - O morador (a) participará de forma voluntária;
8- O trabalho será desenvolvido pelos profissional de Educação, lotado na Secretária de Educação e implantado naunidade de atendimento Caps Esperança, tendo como apoio durante as atividades um técnico, e um cuidador da RTs;
9- A avaliação do trabalho se dará de forma contínua através da observação em aula, relato dos usuários e impressões da equipe multiprofissional.



3.2. RECURSOS NECESSÁRIOS


3.2.1. HUMANOS



Serão diretamente envolvidos nas atividades, profissionais da Secretária de...
tracking img