Resgates de valores civicos e morais em angola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6124 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Na Europa, as temperaturas médias anuais da atmosfera aumentaram 0,3-0,6°C desde 1900. Os modelos climáticos predizem aumentos de cerca de 2°C, relativamente aos níveis de 1990, até ao ano 2100, sendo os aumentos mais acentuados no norte da Europa do que no sul. Entre as consequências potenciais desta tendência contam-se a subida do nível do mar, tempestades mais frequentes eintensas, inundações e secas, alterações no biota e na produtividade alimentar. A gravidade destas consequências dependerá, em parte, do grau de aplicação de medidas de adaptação nos próximos anos e décadas.

Problemas ambientais
O consumo de energia, dominado pelos combustíveis fósseis, representa a principal fonte de dióxido de carbono. Na Europa Ocidental, as emissões de CO2 originadas porcombustíveis fósseis diminuíram 3% entre 1990 e 1995, devido à recessão económica, à reestruturação da indústria na Alemanha e à substituição do carvão por gás natural na produção de energia. Os preços da energia na Europa Ocidental, na última década, têm-se mantido estáveis e relativamente baixos em comparação com o passado, proporcionando pouco incentivo à adopção de medidas visando a eficiênciaenergética. A intensidade energética (procura final de energia por unidade de PIB) diminuiu apenas 1% por ano desde 1980.
Os padrões de consumo de energia sofreram, no entanto, uma alteração acentuada entre 1980 e 1995. O consumo de energia no sector dos transportes cresceu 44%, o consumo industrial de energia diminui 8% e as outras utilizações de combustíveis aumentaram 7%, reflectindo principalmente ocrescimento dos transportes rodoviários e o abandono de segmentos da indústria pesada intensivos em energia. O consumo total de energia aumentou 10% entre 1985 e 1995. O contributo da energia nuclear para o fornecimento total de energia triplicou na Europa Ocidental, entre 1980 e 1994. A Suécia e a França dependem da energia nuclear para cerca de 40% das suas necessidades totais em energia.
NaEuropa Oriental, as emissões de dióxido de carbono provenientes da utilização de combustíveis fósseis diminuíram 19% entre 1990 e 1995, principalmente em resultado da reestruturação económica. O consumo de energia no sector dos transportes diminuiu 3% nos PECO, ao longo do mesmo período, e 48% nos Novos Estados Independentes. O consumo industrial de energia diminuiu 28% nos PECO e 38% nos NEI. Aprocura final de energia nos PECO é cerca do triplo da procura da Europa Ocidental e nos NEI é provavelmente o quíntuplo, pelo que há grandes possibilidades de poupança de energia. Num cenário de referência em que não sejam tomadas medidas para modificar as tendências actuais, o consumo de energia em 2010 será previsivelmente 11% mais baixo do que em 1990 nos NEI e 4% mais elevado do que em 1990nos PECO.
O contributo da energia nuclear para o fornecimento total de energia aumentou de 2 para 6% nos NEI e de 1 para 5% nos PECO, entre 1980 e 1994. Na Bulgária, Lituânia e Eslovénia, a energia nuclear satisfaz cerca de um quarto das necessidades totais de energia.
As emissões de metano nos PECO e nos NEI diminuiu 40% entre 1980 e 1995. Contudo, existe ainda uma margem considerável para seefectuarem reduções suplementares em toda a Europa, especialmente nos sistemas de distribuição de gás e na extracção de carvão. As emissões de óxidos de azoto provenientes da indústria e a utilização de fertilizantes minerais poderão igualmente ser reduzidas no território europeu.
As emissões de CFC diminuíram rapidamente em relação aos seus níveis máximos, à medida que a sua produção e utilizaçãoforam progressivamente eliminadas. No entanto, a utilização e emissão dos seus substitutos, os HCFC (que também são gases com efeito de estufa), está a aumentar, bem como a de gases cuja contribuição para o efeito de estufa foi recentemente identificado, tais como o SF6, os HFC e os PFC, que fazem parte do "cabaz" de gases contemplados pelos objectivos de redução das emissões acordados em...
tracking img