Resenha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1147 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Segundo o autor, o “brasil”, com letra minúscula, é um objeto sem vida, pedaço de madeira que apodrece e morre, e o “Brasil”, com letra maiúscula é diversidade, conjunto de valores, escolhas e ideais de vida é um país, local geográfico, fronteira e território reconhecidos internacionalmente. O Brasil está em toda parte, nas leis, na cultura e nas nobres artes da política e da economia, das quaistemos que" falar com cautela"?
O autor faz uma reflexão sobre a identidade brasileira: qual a nossa identidade, particularidades e características? Tanto os homens como as sociedades se definem por seus estilos, seus modos de fazer as coisas, quem, como e por que somos? Sou brasileiro porque gosto de comer feijoada e não hambúrguer, futebol se pratica com os pés e não com as mãos, porque sei queexiste destino e no entanto tenho fé no estudo, na instrução e no futuro do Brasil; porque sou leal a meus amigos, nada posso negar a minha família; sei que tenho relações pessoais que não me deixam sozinho, faz crítica ao cidadão americano que, segundo o autor, sempre se veem e existem como indivíduos.
Para o autor existem dois modos básicos de construir a identidade brasileira: o de fazer obrasil, Brasil. Num deles utilizamos dados precisos: as estatísticas demográficas e econômicas, os dados do PIB e PMB, dados relativos ao sistema político e educacional do país; a identidade se constrói por meio dos dados quantitativos, onde somos sempre uma coletividade que deixa a desejar; De um lado ela é moderna e eletrônica, mas de outro é uma chave antiga e trabalhada pelos anos. Será preciso,portanto, discutiro Brasil moeda, algo que tem dois lados! Como se ligam as duas faces de uma mesma moeda?

No segundo capítulo o autor abre espaço para discutir a casa, a rua e o trabalho. Segundo ele há uma divisão clara entre dois espaços sociais fundamentais que dividem a vida social brasileira: o mundo da casa e o mundo da rua – onde estão, teoricamente, o trabalho, o movimento, asurpresa e a tentação.
Casa e rua são mais do que meros espaços geográficos, modo de ler, explicar e falar do mundo, porque ali se encontra história e construção de vida. Cada casa, embora tenha os mesmos espaços, são únicas, se não como espaço físico de morada, pelo menos como domínio onde se realiza uma convivialidade social profunda. A casa se exprime numa rede completa e fascinante de símbolos quesão parte da cosmologia brasileira, assim a casa demarca um espaço definitivamente amoroso onde a harmonia deve reinar sobre a confusão, a competição e a desordem. Na rua povo “massa” na casa a amigo, família na casa podemos ter tudo, como se ali o espaço fosse marcado por um supremo reconhecimento pessoal: uma espécie de supercidadania que contrasta terrivelmente com a ausência total dereconhecimento que existe na rua.
Na rua o tempo é medido pelo relógio e a história se faz acrescentando evento a evento numa cadeia complexa e infinita, não há amor, consideração, respeito ou amizade.
Na rua há luta, batalha, perigo; no trabalho tem concorrência, reclamação, chefe e batente. No Brasil, a casa e a rua são como os dois lados de uma mesma moeda. O que se perde de um lado, ganha-se dooutro. O que é negado em casa – como sexo e trabalho, tem-se na rua.
Casa e rua formam os espaços básicos através dos quais circulamos na nossa sociabilidade, é onde se pode julgar, classificar, medir e avaliar sobre ações, pessoas e decidir relações e moralidades.

No terceiro capítulo o autor faz uma comparação racial entre Brasil e Estados Unidos. O fato de existir uma legislação rígida,racista e dualística nos Estados Unidos – que até bem pouco tempo impedia,o movimento de quem era considerado negro em certas áreas urbanas, escolas, restaurantes, hotéis, bares e muitas outras instituições sociais, revela um dualismo: quem tem direitos ou não; quem é branco ou é preto!
Para o autor, a sociedade brasileira ainda não se viu como sistema altamente hierarquizado, “na qual” a...
tracking img