Resenha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1955 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
 
 
Referência bibliográfica: COMUNICAÇÃO E SAÚDE. Araújo IS, Cardoso JM. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 2007. 152 p. (Coleção Temas em Saúde).

A autora trata nesse livro, Comunicação e Saúde, de Inesita Soares de Araújo & Janine Miranda Cardoso, traz uma seleção de temas sobre questões de comunicação e saúde, no contexto das políticas públicas de saúde. As autoras explicitam,inicialmente, a escolha da temática tendo em mente "a renovação do pensamento e da prática da comunicação na saúde", e compreendendo que, por meio da comunicação, seja possível exercer o papel de "agentes da manutenção ou transformação da realidade". O propósito declarado do livro é oferecer ao leitor a possibilidade de refletir e reelaborar suas próprias concepções sobre o tema, tendo em pauta doisparâmetros: o projeto ético de sociedade e o projeto de aperfeiçoamento do SUS. No primeiro capítulo, o binômio "comunicação e saúde" (C&S) define-se como "campo: espaço sociodiscursivo de natureza simbólica, permanentemente atualizada por contextos específicos, formados por teorias, modelos e metodologias... agentes, instituições, políticas, discursos, práticas, instâncias de formação, lutas enegociações". As relações desse campo com as políticas públicas são analisadas historicamente, apontando para o movimento entre as forças centrípetas e centrífugas, ou seja, as forças que mantêm as posições hegemônicas e aquelas que se mobilizam para mudanças. Explicitando as diferentes concepções de informação, comunicação e educação, as autoras analisam os diversos tratamentos desses elementos no contextohistórico das políticas de saúde.
No segundo capítulo, estabelece-se a contraposição entre a C&S e os caminhos do SUS: a comunicação praticada na área da saúde seria norteada por modelos de comunicação tradicionais, que constituiriam fator limitante na análise e na ação comunicativa no âmbito da saúde. Esses modelos são analisados no contexto histórico e abrangem: o modelo informacional,adotado pela prática comunicativa num período predominantemente positivista; o modelo desenvolvimentista, resultante de políticas públicas que associavam a comunicação com o desenvolvimentismo e a superação da pobreza, a partir de perspectiva autoritária e centralizadora; a abordagem humanista e política na comunicação, proposta por Paulo Freire, que renovou, ao introduzir a concepção de comunicaçãodialógica, porém, ignorou os fatores externos à comunicação, à semelhança dos modelos anteriores; e o modelo da comunicação em dois fluxos, que introduziu novas concepções
sobre a influência de parâmetros sociais complexos na comunicação e a figura do mediador no processo (na área da saúde, representado pelo multiplicador e pelo agente de saúde). A teoria de polifonia social de Bakthin,influência mais recente nas práticas comunicativas na saúde, é apresentada pelas autoras como uma renovação do conceito de comunicação. Nessa concepção, o processo de comunicação não se limita à transmissão de conteúdos prontos, mas é compreendido como processo de produção dos sentidos sociais. A polifonia social, ao reconhecer uma multiplicidade de vozes presentes a cada fala, representandointeresses e posições diferentes na estrutura social, permitiria a compreensão dos conflitos sociais e das relações de poder presentes em todo ato comunicativo.
No capitulo 3, as autoras propõem o que nos parecer ser o ponto central do livro: C&S desenvolvidas de acordo com as diretrizes do SUS. Analisa-se, sob essa perspectiva, a possibilidade de uma prática comunicativa que contemple osprincípios doutrinários e organizativos da assistência à saúde. A universalidade corresponderia à democratização da comunicação e ao livre acesso da população a meios, canais, e espaços de fala, conduzindo múltiplos discursos, idéias, propostas, saberes etc. A eqüidade contemplaria as diferenças socioculturais e econômicas, prevenindo danos causados pelas dificuldades de acesso à informação e à...
tracking img