Resenha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1235 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RESENHA DO TEXTO “CONVITE À FILOSOFIA” DA AUTORA MARILENA CHAUI
Capítulos 2, 3 e 4

1. Descrição analítica do texto
O capítulo dois do referido texto se subdivide em cinco partes. A primeira delas fala sobre sensação e percepção. A autora inicia explicando que a sensação e a percepção são as formas principais do conhecimento empírico. Explica o que é a sensação, que ela nos dá as qualidadesexteriores e interiores e que esta pode variar de acordo com quem a sente. E complementa dizendo que a percepção seria uma síntese de sensações simultaneas. Depois segue para a segunda parte do capítulo que fala sobre empirismo e intelectualismo. O empirismo e o intelectualismo são tradições filosóficas das quais fazem parte a sensação e a percepção. A autora explica que para os empiristas asensação e a percepção dependem das coisas exteriores. São causadas por estímulos externos. Acreditam que a mesma é pontual, ou seja, que um ponto de determinado objeto toca os ógãos do sentido e vai ao cérebro, retornando em seguida às extremidades sensoriais. Acreditam que cada sensação é independente, cabendo a percepção unificá-las e organizá-las numa síntese. Já para os intelectualistas asensação e a percepção dependem do sujeito conhecimento e a coisa exterior é só a ocasião para estas serem sentidas. Estes acreditam que não há algo propriamente chamado percepção. Mas sim sensações que através da inteligência seriam organizadas e isso seria chamado de percepção. Ou seja, os empiristas acham que a sensação conduz a percepção como uma síntese passiva e que as idéias são provenientesdas percepções e os intelectualistas acham que a sensação conduz a percepção como uma síntese ativa e que a sensação e a percepção são confusas e devem ser abandonadas quando o pensamento formula idéias que dependem apenas do intelecto. Após essas definições a autora segue para a terceira parte do capítulo que fala da psicologia da forma e fenomenologia. Essas duas concepções se mostram contra oempirismo e o intelectualismo em alguns aspectos. E mostram que não há diferença entre sensação e percepção, que sentimos e percebemos formas, totalidades estruturadas dotadas de sentido. Ainda nessa parte a autora coloca figuras explicativas que dão base para a fenomenologia e a gestalt. Após isso segue para a quarta parte do capítulo que é fala sobre o que é a percepção. E nela a autora cita eexplica diversas características da percepção. E finalmente segue para a quinta parte do capítulo que fala sobre a percepção e teoria do conhecimento. E fala sobre as três concepções principais sobre o papel da percepção. A empirista, a intelectualista e a teoria do conhecimento que diz que a percepção é considerada originária e parte principal do conhecimento humano. Diz que ela é diferente deuma idéia ou pensamento. Após isso a autoria cita e dá exemplo das diferenças entre percepção e pensamento.
Em seguida vem o capítulo 3 que fala da memória e se subdivide em seis partes. A primeira fala sobre a lembrança e identidade do eu. E fala sobre lembrança, e sobre a importância da memória para a formação do nosso “eu” reunindo tudo que fomos e fizemos a tudo que somos e fazemos. Falatambém que a memória é uma forma de percepção interna chamada introspecção. A partir daí segue para a segunda parte que fala sobre os antigos e a memória. E nesse trecho fala sobre a importância da memória na história, lenda Como os gregos endeusavam a memória e em como esta foi importante para a medicina e outras coisas. O texto segue então para a terceira parte que fala sobre a memória emnossa sociedade e dos motivos da valorização e desvalorização desta. Seguindo para a quarta parte que fala o que é a memória, a autora conceitua a memória e discorre sobre as diversas teorias que a envolvem. Fala ainda dos seus componentes objetivos e subjetivos. Depois segue para a quinta parte do capítulo sobre as modalidades ou tipos de memória. Inicialmente fala sobre os tipos de memória de...
tracking img