Resenha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (569 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Para esposatti é a partir da constituição federal de 88que no brasil se evidenciam mudanças ainda que conceitual no modelo de proteção social brasileiro,com a abrangência da saúde ,da previdência eda assistência social pela seguridade social. Paraa autora a inclusão da assistência social pela seguridade social tem caráter inovador, pois a mesma passa a ser vista como politica social e deresponsabilidade do estado desnaturalizando assim a concepção na qual cabe primeiro a famíliae a sociedade provê suas eventuais necessidades.
Estainclusão segundo sposatti traz como desafioaassistência social definir sua área de atuação tarefa que ainda esta em processo de construção. Para ela ainda são muitos os desafios colocadosao campo da assistência social para isso se faz necessário orompimento com a velha concepção (assistencialismo),pois esta reduz o atendimento a uma parcelada população (carentes, necessitados, frágeis).Para sposattiromper com esta concepção significa olhar aassistência como campo onde os direitos são efetivados e não como uma forma de acesso a bens matérias(concepção capitalista),universalizando assim a abrangência da assistente social como direito.Segundo a autora a construção do modelo Brasileiro se dá de formaheterogênea ,ou seja, não há um consenso. Issosegundo ela se dá pelo não conhecimento do conteúdo (abrangência)da seguridade social,resistência a inclusão da assistência social como politica publica ou como parte integrante da seguridade social .
Para sposatti a construção desse modelo não esta imune da correlação de forcas(concepções, interesses, perspectivas, tradições). Segundoa autora há o embate entre duas concepções que interpretam de forma distinta a assistência social . A primeira que nos termos da constituição configuraa assistência como dever do estado, já a segunda que parte do principio da subsidiariedade ,ou seja, defende que o estado deve ser o ultimo e não o primeiro a intervir.Este processo de...
tracking img