Resenha "o queijo e os vermes"

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (303 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A obra “O queijo e os vermes” (1976) do historiador italiano Carlo Ginzburg, tem como principal objetivo mostrar o julgamento inquisitorial de um moleiro chamado Domenico Scandella ouMenocchio (Italiano que viveu em meados do século XVI), por expor de uma maneira herética o seu ideal sobre os dogmas religiosos para o povo da sua época.
O cidadão de Montereale eraum indivíduo comum, de grande sabedoria, autodidata, alfabetizado, possuía uma vida comum até ser convocado para ir ao Santo ofício, o moleiro foi acusado de ser herege por dotar depensamentos que não seriam aceitos pela igreja. Menocchio, além de criticar a riqueza da igrega, detinha ideais extremamente radicais a época e que ainda hoje são questionados, como avirgindade de maria, a crucificação de cristo e o inferno.
Mediante esses pensamentos o autor discorre de como o moleiro teria adquirido esses ideais já que sua leitura seria parcial earbitrária. Vendo que por um lado, ele seria comparado com os heterodoxos que era composto por luteranos e anabatistas, porém Monocchio ignorava a justificação e predestinação. Por outrolado foi deduzido que a crença do moleiro partiu do radicalismo camponês. Até que concluso foi notório que suas raízes seriam mais profundas do que pesquisadas.
A partir dosdesenvolvimentos de Menocchio foi possível se construir algumas correntes populares para adotar um novo modo de visualizar a religião. E por este motivo, em 1584, o moleiro foi condenado a passartoda sua vida na prisão, mas por pedir clemência ao papa, após dois anos ele voltou a Monterale, lugar onde deveria passar toda sua vida. Contudo o moleiro continuou a desenvolver seuspensamentos e transpor a sociedade estes, até que em 1598, foi a um segundo julgamento e foi condenado a tortura e morte na fogueira. Sendo assim, mais uma vitima da inquisição.
tracking img