Resenha - o nome da rosa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (657 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FILOSOFIA – RESENHA III

Filme: O nome da Rosa
Atividade: Visão Filosófica Cristã no filme

O nome da rosa

O filme, baseado no livro de Umberto Eco, é passado na era medieval, onde um mongefranciscano Willian de Baskerville, junto com um noviço, chamado Adso, que o acompanha como discípulo (ideia de mestre e discípulo, repasse de conhecimentos) visitam um monastério da ordem dosbeneditinos, para participar de uma reunião que irar decidir se a igreja deve doar riquezas aos necessitados. Logo em sua chegada percebem que algo de errado esta acontecendo, onde entra em cena o aguçadotato de investigação do monge que percebe o falecimento recente de um dos monges.
Neste momento vemos a razão agindo de encontro com a emoção. Um investigador religioso que usa instrumentos modernos(para a época), métodos de pesquisa sofisticados reunindo as provas necessárias e chegar à verdade sobre as mortes que continuavam a acontecer. Entre seus métodos estavam os testes (necropsias), indícios(língua e dedos roxos, pegadas), interrogação de testemunhas, levantamento hipóteses. Segue pistas não observadas por pessoas que usam pouco da lógica. No local todos pensavam que era obra dastrevas, visões do apocalipse. Vemos claramente o delírio que religião exercia nas pessoas, retratada através da figura de um dos monges no ato de prostração. O temor pela igreja garantia sua permanênciacomo única fonte da verdade e da moral. Por isso a preservação do conhecimento, permanecendo nas mãos de poucos.
No filme, Willian e seu discípulo que era narrador da trama presenciando taisacontecimentos em sua mocidade, buscavam solucionar os fatos e sabiam que no local havia uma grande biblioteca, onde poucos monges tinham acesso aos livros. Como muitas obras ainda não haviam sido interpretadasde acordo com o cristianismo, inclusive textos do filósofo Aristóteles, a biblioteca era um labirinto, cheia de caveiras, obscuro, causador de arrepios de medo a qualquer pessoa que quisesse ter...
tracking img