Resenha: “o campo e a abordagem antropológicos”

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1032 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS
CADEIRA: ANTROPOLOGIA

RESENHA

“O CAMPO E A ABORDAGEM ANTROPOLÓGICOS”

O autor começa mostrando-nos a realidade, que desde sempre o Homem se interrogou com inúmeras perguntas, e isto ainda hoje acontece. Mas com a evolução as respostas foram sendo outras, tendo mais teorias e métodos para obter as respostas, e as perguntas foramsendo mais complexas.

A antropologia surgiu no final do século XVIII, até então não se havia aplicado métodos científicos ao estudo do homem. A principio foram estudadas as sociedades longínquas, ditas primitivas e localizadas fora do ambiente europeu,este fato foi muito influenciado pela colonização.

No começo do século XX, as sociedades primitivas começaram a escassear, pois nem estaseram poupadas do avanço social e a antropologia se vê diante de uma crise de identidade e se põe a seguinte pergunta: “a morte do selvagem há de causar a morte daqueles que haviam se dado como tarefa o seu estudo. E Laplantine mostra o seu ponto de vista, apresentando 3 vias diferentes que são:

1) os antropólogos que se dedicam à sociologia comparada;
2) os antropólogos que vão ao encontro deoutro tipo de “primitivismo”, como o camponês, dedicando-se assim aos estudos etnográficos e
3) os antropólogos que deixam de lado o objeto empírico do primitivo e que fazem uma abordagem epistemológica do homem, ou seja, que procuram respostas universais, não limitando os seus estudos a espaços geográficos, culturais ou históricos particulares.
E é esta terceira e última visão da antropologia queLaplantine desenvolve neste capítulo, porque, como o autor refere “a antropologia não é senão um certo olhar, um certo enfoque que consiste em: a) o estudo do homem inteiro e b) o estudo do homem em todas as sociedades, sob todas as latitudes em todos os seus estados e em todas as épocas.”
O trabalho do antropólogo se desenvolveu em passos lentos, mas que obteve progressos significantes nodecorrer dos tempos até então. Hoje o trabalho de campo se caracteriza pela coleta de dados para reflexão teórica e  implica em uma interação extensa e profunda com as culturas estudadas (grupos, etc.), e após esse processo deve-se haver uma comparação minuciosa entre as comunidades estudadas, para que se obtenha um melhor ponto de vista.
Para se fazer um trabalho antropológico não exige apenasconhecer um pouco do Homem ou do Povo, mas sim no seu todo, e para isso é necessário ter conhecimentos em outras áreas, como por exemplo:
A antropologia biológica (ou física): consiste no estudo das variações dos caracteres biológicos do homem no espaço e no tempo.
Antropologia pré-histórica: estudo do homem através dos vestígios materiais enterrados no solo;
Antropologia linguística: estuda alinguagem e suas manifestações: literatura, tradição oral e, mais recentemente, mídias de massa;
Antropologia psicológica: estuda os processos e o funcionamento do psiquismo humano;
Antropologia social e cultural (ou etnologia): diz respeito a tudo que constitui uma sociedade: economia, técnicas, organização política e jurídica, sistemas de parentesco, sistemas de conhecimento, crenças religiosas,etc. Mas o estudo não objetiva o levantamento destes aspectos, e sim a compreensão da relação entre eles próprios e a sociedade.
Diante de um conceito geral os antropólogos devem estar preparados para o contato com sociedades diferentes e avaliá-las aproximando-se ao máximo da cultura desta, pois é uma característica humana "criar novas formas de vida e organização".
Só poder ser considerada comoantropológica uma abordagem integrativa que objetive levar em consideração as múltiplas dimensões do ser humano em sociedade. Uma das vocações maiores de nossa abordagem consiste em não parcelar o homem, mas em tentar relacionar campos de investigação frequentemente separados. Existem cinco áreas principais da antropologia que o pesquisador deve estar sensibilizado quando trabalha de forma...
tracking img