Resenha: o amor nos tempos do cólera

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (483 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O livro
Desde o início, já se nota a principal característica de García Marquez, que é nos transportar para dentro da historia através um realismo extremo e uma riqueza de detalhes. No começo, ahistória se arrasta, não deixando muito claro onde irá chegar até que de repente, a história começa a ser contada. Nesse ponto, o que se vê é uma situação até certo ponto comum, de um amor adolescente eseus exageros. Com o passar do tempo, a historia vai se moldando de maneira surpreendente. A viagem de Fermina com seu pai é uma das partes que mais chamou minha atenção. Foi exatamente nesse pontoque meu interesse pelo livro aumentou. Todos os obstáculos e dificuldades que ela enfrentou, mostrou uma Fermina muito forte, o que eu não esperava. Também fiquei curiosa, afinal, será que essa viagemseria suficiente para que seu pai conseguisse afastar seus pensamentos de Florentina Ariza?
Quando ela retorna e os dois finalmente se encontram vem a ansiedade de saber o que vai acontecer. Então,somos surpreendidos pelo total descaso de Fermina , que simplesmente ignora com frieza o até então futuro marido. Ao chamá-lo de pobre homem, minha sensação foi um misto de indignação e raiva, masdepois com o decorrer da história pude compreender melhor o porquê da decisão, já que passei a considerar Florentino um ser patético, realmente um pobre homem doente.
A relação de Fermina e Dr.JuvenalUrbino oscila entre o tédio e grandes emoções, que só não são maiores porque Fermina parece ser uma pessoa contida em seus sentimentos, que não demonstra com entusiasmo sua alegria e nem com ódio suasdesilusões. Ela é um poço de dúvidas e remorso que usa sua aparente frieza para desestabilizar emocionalmente aqueles que a rodeam. Já o Doutor Juvenal ,eu considero como o personagem mais carismáticodo livro, um homem alegre e apreciador das boas coisas da vida.
Apesar de considerar um exagero o amor de Florentino Ariza, uma obsessão que deveria ter sido tratada na psiquiatria, admirei a...