Resenha a manina loas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4080 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Concepções Sobre A Assistência Social
A Assistência 2 ao contrário do que muitos pensam constitui-se numa prática bastante antiga na humanidade. Com outra nomenclatura, a Assistência surgiu e vem se desenvolvendo como um produto da civilização na qual está inserida. Ander (1995:67,68) destaca que nas sociedades primitivas,a ajuda aos mais necessitados era prestada pelas famílias aos indivíduospertencentes a mesma tribo ou clã, face ao vínculo afetivo, aos costumes e as crenças.
Acreditava-se, na Antiguidade, que a miséria era um castigo dos deuses aos pecadores, cabendo aos sacerdotes enquanto representantes das divindades, interferirem nos males sociais. Os templos, além de serem um lugar santificado, serviam como hospitais e dispensários de esmolas. No Império Romano, por exemplo,foi instituído um sistema de distribuição de esmolas com o intuito de ajudar aos mais necessitados. Na Grécia antiga, especificamente em Atenas, a ajuda aos pobres e doentes foi estabelecida pelo Estado através da distribuição de farinha, azeite e trigo e de uma espécie de pensão que garantia o mínimo de sobrevivência.
A partir do surgimento da civilização Cristã, a questão da ajuda assume outrapostura, passando a ser vista como expressão de caridade e benevolência ao próximo. Vieira (1973:20) destaca que a "caridade era um meio para alcançar méritos para a vida eterna; ser pobre ou doente não constituía castigo, mas conseqüência da imprevidência individual".

- O presente artigo é um extrato do meu trabalho de Conclusão de Curso TCC , intitulado: A importância da visão crítica naintervenção do Assistente Social: Uma reflexão sobre a prática de estágio no Centro Educacional Dom Bosco.
2- Segundo a Lei Orgânica da Assistência Social (Lei 8742, de 07/12/1993) a Assistência Social é direito do cidadão e dever do Estado, é Política de Seguridade Social não contributiva, que provê os mínimos sociais, realizada através de um conjunto integrado de ações de iniciativas pública e dasociedade, para garantir o atendimento às necessidades básicas.
Durante toda Idade Média, a Igreja detinha o privilégio de administrar as obras de caridade e as campanhas religiosas através dos diáconos e diaconisas.
As Obras Sociais que funcionavam nos conventos e mosteiros, não eram suficientes para atender aos males sociais da época, surgindo, portanto, congregações religiosas destinadas àprestação da Assistência Social. Várias instituições privadas de caridade surgiram além daquelas criadas pela Igreja. No século XIV na França, foi criada a associação Damas de Caridade, com o objetivo de prestar socorro aos pobres e doentes. Posteriormente, São Vicente de Paula 3 cria as Filhas de Caridade, recrutando camponesas que estivessem disponíveis para prestar serviços aos pobres.
Esse tipode prática, pautada pela ótica do favor e da benesse, ao invés de ajudar os mais necessitados, tornava-os cada vez mais dependentes das esmolas, pois, o objetivo das pessoas que prestavam esse tipo de assistência visava atender apenas ao caráter emergencial das necessidades. "O contexto analítico mostrava a assistência social fundada na concepção funcionalista da sociedade que adotava a noção decarência, marginalização social, do conceito ideal da família, do trabalhador" (SPOSATI, 1991:14).
Com o declíneo do sistema feudal, o sistema capitalista entra em vigência, trazendo consigo o aumento da pobreza, a exploração da força de trabalho e a busca incessante pelo lucro. A exploração do trabalho, ao concentrar a divisão das classes sociais, desenvolve a chamada questão social. Asdesigualdades sociais advindas do sistema capitalista, até então, não eram vistas como expressões da questão social e sim como um caso de polícia ou como uma disfunção individual.
Os modelos assistenciais que atendiam esses tipos de disfunções individuais encaminhavam-se rumo à internação ou eram alocados para o âmbito da solidariedade da sociedade civil, especificamente aquelas ligadas à Igreja...
tracking img