Resenha uma verdade inconveniente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2482 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Fonte: Revista Com Ciência. Revista Eletrônica de Jornalismo Científico.
Disponível em: http://www.comciencia.br/comciencia/?section=8&edicao=22&tipo=resenha


Resenhas
Uma verdade inconveniente
[pic]Documentário protagonizado por ex-vice-presidente dos EUA se agarra a clichês e pouco acrescenta ao debate sobre aquecimento global
Por Susana Dias
[pic]
Aquecimentoglobal. Diante desse problema que perturba, incomoda, preocupa, entrar no cinema para assistir Uma verdade inconveniente, do diretor Davis Guggenheim, gera expectativas de que o filme contribua para ampliar a questão, multiplicar suas nuances e produzir novas percepções e sensibilidades. Mas as opções de Uma verdade inconveniente pouco contribuem nessa direção. Um filme-palestra repleto de clichês,tais como a idéia de que o aquecimento global é um problema moral e não político; a apresentação da ciência como conhecimento superior a outras formas de conhecimento, que nos oferecerá sempre as alternativas certas; o mito da natureza intocada; e a noção de consenso sobre o problema. Ao repetir esses chavões, que há mais de dez anos povoam as discussões ambientais sem acrescentar muito, aproveitapouco do que a arte do cinema possibilita. O filme provocou reações de cientistas, que o consideram pouco confiável e alarmante; de cineastas, especialmente documentaristas, que o avaliaram como pobre para se pensar nas relações entre realidade-ficção-verdade, além de ficarem indignados com o Oscar da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood que o documentário recebeu; eambientalistas, que atacaram a visão reducionista que o filme apresenta da complexidade sociopolítica da questão.
Mas se pensarmos que qualquer obra não é o que diz, mostra, pensa, mas o que dela dizemos, mostramos, pensamos, o filme se apresenta como mais uma rica oportunidade de trazer à tona inúmeras questões que têm sido exploradas pelas ciências humanas sobre o tema. O filme parece dizer maispelo que está fora, do que pelo que há dentro dele. Embora também possamos encontrar nele possibilidades de fuga que explodem na tela em suas partes contraditórias, discordantes. São elas que produzem fissuras na tela, buracos por onde podemos escapar. Brechas que impossibilitam que o filme, com toda sua vontade de verdade, atinja sua plenitude, deixando escapar dúvidas, críticas, incertezas. Sãoesses caminhos que me mobilizam a produzir esta resenha, talvez, inconveniente.

Foco na moral, exclusão da política
“O aquecimento global não é um problema político, é um problema moral”. Essa é a posição que Al Gore, ex-vice-presidente dos Estados Unidos e protagonista do filme, defende repetidas vezes. Ao som da canção “Eu preciso acordar" (I need to wake up, em inglês), de MelissaEtheridge, que também ganhou uma estatueta, é construída a tônica da narrativa fílmica de Uma verdade inconveniente: a mudança nas condutas individuais. As palavras de ordem que aparecem na tela escura ao final do filme, também ditas de outra forma durante toda a projeção, potencializam a idéia: reciclem; economizem energia; divulguem essas informações; elejam os políticos comprometidos com a causa.Ao optar por colocar o problema enfaticamente sobre a mudança de condutas dos indivíduos, reduzir o exercício da cidadania ao voto, e responsabilizar as pessoas pela situação atual do clima do planeta, o filme enfraquece o papel do Estado, transforma o direito de votar em obrigação, desconsidera outras formas de atuação política, como a dos movimentos sociais, por exemplo, e reduz acomplexidade da questão à dimensão individual. Não se trata de diminuir a importância de nos mobilizarmos diante do problema ou de buscarmos opções e posturas mais sustentáveis, mas de questionar os efeitos que a simplificação e a complexificação do assunto podem produzir.
Os interesses políticos, econômicos e estratégicos relacionados às mudanças climáticas não aparecem no filme. Não se...
tracking img