Resenha sobre a obra o mundo de sofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1489 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE ARQUIDIOCESANA DE MARIANA
GRADUAÇÃO EM FILOSOFIA

Aluno: Thiago Andrade de Castro


RESENHA


GAARDER, Jostein. O mundo de sofia. Tradução por João Azenha Jr. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. 555 p. Título original: Sofies verden, 1991.


Jostein Gaarder é um escritor filho de um casal de professores e intelectual norueguês. É autor de romances filosóficos, contos, ehistórias. Tendo cursado o ensino primário na cidade de Ingierasen, enquanto que a formação secundária realizou na Escola da Catedral de Oslo. Na Universidade de Oslo Gaarder estudou línguas escandinavas e teologia. Antes de lançar sua carreira de escritor dava aulas de filosofia na Escola Secundária Pública Fana, na cidade de Bergen. O seu trabalho mais conhecido é O Mundo de Sofia, este livro foitraduzido para 53 línguas, existem 26 milhões de cópias impressas, sendo que três milhões delas foram vendidas somente na Alemanha. Com isso passa a ter grande renome internacional, fazendo-o, a partir de 1993, a se dedicar integralmente à produção literária.

Em O mundo de Sofia (Sofies verden), obra escrita em 1991, Jostein conta de uma forma inovadora, através de um romance toda a Históriada Filosofia. Conta na obra em a história de uma menina chamada Sofia, que logo completaria 15 anos, é, com auxílio de um filósofo chamado Albert Knox, introduzida no mundo da Filosofia. Sofia através de cartas, em forma de diálogo, enviadas pelo filósofo acima mencionado descobre que estava já se acostumando com o mundo como é, e assim estava deixando de se questionar e espantar com as coisas.Através das reflexões sugeridas Sofia é guiada por toda a história da filosofia, desde os pré-socráticos ate os filósofos contemporâneos. Serão alvo desta resenha apenas os sete primeiros capítulos da obra.

No primeiro capítulo, é apresentada a personagem principal da obra, Sofia, uma menina tida como comum: uma estudante com seus deveres de casa para fazer, querida por sua amiga, uma filha queajuda sua mãe na organização da casa, possuidora de bichos de estimação para suprir a falta de seus pais, enfim uma garota qualquer. Um simples fato é apontado como fator de uma súbita mudança de pensamento: a chegada de uma carta endereçada para si, sem remente e sem selo. Mas o que uma carta poderia conter para tal mudança? Simplesmente uma pergunta, “Quem é você?” (p. 15), e na cartas seguinte,“De onde vem o mundo?” (p. 17)

Vê-se no segundo capítulo, e assim nos posteriores, que o autor começa a guiar o pensamento de Sofia através de um pequeno curso de Filosofia que lhe é oferecido, e que por sinal ela não era obrigada a fazê-lo. Sofia para seguir os passos de seu novo curso decide meditá-lo em seu antigo esconderijo de criança: “correu para o jardim atrás da casa e procurou refúgio noseu esconderijo” (p. 23). No segundo capítulo Knox leva Sofia a refletir sobre o que é Filosofia, qual o sentido de seu estudo, e assim outras fazes introdutórias sobre o prometido curso.

Já no terceiro capítulo Knox propõe a Sofia uma visão sobre a origem da filosofia com os gregos, passando por uma visão do desenvolvimento do logos no período e seus limites. Aqui explica que devido ao iníciodo questionamento do homem a respeito de suas divindades e poderes sobrenaturais o homem começou a querer respostas e assim começa a se questionar até chegar a possíveis conclusões. Porém tais conclusões, mesmo que não mais presas ao divino por completo, ainda possuía grandes ligações com os mitos. Para explicar tais coisas o autor usa de muitos exemplos a partir dos deuses gregos e também demodo especial de Thor e seu martelo. Lembrando aqui que como o autor diz, “os mitos tentam explicar às pessoas algo que elas não conseguem entender.” (p. 38).

No quarto capítulo através de três perguntas a respeito de substância (“Existe uma substância básica, a partir da qual tudo é feito? É possível transformar água em vinho? Como é que terra e água podem se transformar numa rã viva?” (p....
tracking img