Resenha sobre do livro de vygotsky, aprendizado e desenvolvimento um processo socio-historico.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2125 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Paulista








Trabalho solicitado pela professora Roseli Caldas,
Da disciplina, Psicologia Sócio – Interacionista




















Abril
2007


























Resenha sobre do livro de Vygotsky, Aprendizado e desenvolvimento um processo socio-historico.Capitulo I - História Pessoal e História Intelectual

Vygotsky nasceu em 17 de Novembro de 1896 e cresceu em uma família intelectualizada, formou-se em direito e filosofia, porém iniciou seu estudo em medicina, historia e psicologia, durante seu desenvolvimento teve uma grande estimulaçãointelectual e cultural dos pais.
Vygotsky trabalhou em uma área denominada ‘pedologia’(estudo de uma ciência da criança, que integra os aspectos biológicos, psicológicos e antropológicos) ele considerava esta disciplina como básica do desenvolvimento humano, sendo ela uma síntese das diferentes disciplinas que estudavam a criança.
Acreditava que a síntese para Psicologia integra ohomem enquanto corpo e mente, seu biológico e social, sendo membro da espécie humana e participante de um processo histórico. Vygotsky criou um laboratório de psicologia na escola de formação de professores de Gomel e participou da criação do Instituto de Deficiência, em Moscou.
Mais de duzentos trabalhos científicos sobre neuropsicológica critica literária, deficiência, linguagem,psicologia, educação e questões teóricas e metodológicas relativas as ciências humanas, foram escritos por Vygotsky.
Casou-se em 1924 com Rosa Smekhova, com quem teve duas filhas.


Pilares do pensamento de Vygotsky:

• As funções psicológicas têm suporte biológico.
• O funcionamento psicológico fundamenta-se nas relações sociais entre o individuo e o mundo exterior, as quais sedesenvolvem num processo histórico.
• A relação homem-mundo é mediada por sistemas simbólicos.


Vygotsky faleceu em 1934 com Turbeculose.







Cap. II – Mediação simbólica

Vygotsky estudou os mecanismos psicológicos mais sofisticados, ou seja, processos mentais superiores, que são exclusivos do homem, pois o ser humano tem a capacidade de pensar em objetos ausentes e imaginarações/atitudes futuras e nunca vividas.
Um conceito principal das concepções de Vygotsky é mediação, que é a intervenção de um elemento intermediário numa relação, ou seja, a relação estímulo-resposta deixa de ser direta para ser mediada por algo.
Vygotsky distinguiu dois tipos de elementos mediadores: os instrumentos e os signos.

O uso de instrumentos

Vygotsky dedicou-se em compreender ohomem pela sua origem e desenvolvimento que marca a diferença da espécie humana. O poder de transformação do homem sobre a natureza.
Os instrumentos são elementos externos que têm a função de modificar e controlar objetos e processos naturais. A diferença dos instrumentos animais para os instrumentos humanos é que o animal não cria o objeto para determinada função e não guarda este objeto para ofuturo.

Uso de signos

Os signos são “instrumentos psicológicos”, como dizia Vygotisky, que auxilia os processos psicológicos (processos internos).
Exemplos de mediação de tipos de signo para auxiliar e melhorar o armazenamento de informação e controle de ações psicológicas.
• Trocar a aliança de dedo para não esquecer um compromisso;
• Fazer uma lista de compras;
• Anotaçõesna agenda;
• Mapa para encontrar um local.

É importante lembrar que os processos mediadores são constituídos ao longo de desenvolvimento do individuo.

Os sistemas simbólicos e o processo de internalização

Ocorrem duas mudanças fundamentais no uso dos signos ao longo da evolução da espécie humana:
1- Processo de internalização
2- Sistemas simbólicos

O individuo em seu...
tracking img