Resenha - os intelectuais na idade média

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (504 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
RESENHA
TEXTO
OS INTELECTUAIS NA IDADE MÉDIA
( Do universitário ao humanista)
No texto o autor, sintetiza os diversos métodos, modelos e linguagens daintelectualidade medieval.
A Escolástica, doutrina de Tomas de Aquino, dogmática que conciliou a revelação.
O aristotelismo; o nominalismo, visão filosófica que sepreocupava em definir o conteúdo das palavras que sustentava a verdade nas autoridades de escritos antigos; a razão, objeto absoluto da ciência e da indagação; e os diversos exercícios de raciocíniopela linguagem: a questão que, uma vez indagada, leva a uma conclusão a base inequívoca da Suma Teológica, uma espécie de torneio, ou jogo de raciocínios lógicos de questões naturais, sobretudo dosestudantes universitários; e sessão de discussões levantadas por qualquer um, sobre qualquer assunto – tudo isso apoiado pela estrutura típica da linguagem medieval, que éa dialética.
O autor foca no texto que foi nas Universidades da Idade Media, que a Escolástica e a teologia encontraram seu espaço de debates.
Nessas escolas oucorporações de mestres e estudantes estiveram incorporadas ao sentido urbano, em sentido estrito da palavra, as universidades.
O século XII foi o século das universidades porque foitambém, ora o século das corporações, afinal em cada cidade em que existia um ofício agrupando um número de membros, que se organizavam para a defesa de seus interesses, instaurava-se um monopólio dedefesa que os beneficiassem. É fato, as origens das corporações universitárias nos são tão obscuras como os são a dos outros corpos de ofício, mas elas se organizaram lentamente, por causa deconquistas sucessivas, ao sabor de acasos e ocasiões. As universidades só adquiriram sua autonomia numa luta contra os poderes leigos e eclesiásticos, já que os primeiros universitários foram clérigos,...
tracking img