Resenha os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3568 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Este trabalho trata-se sobre qual o papel e os requisitos necessários De acordo com Stephen R. Covey, para se viver com segurança e sabedoria e ter o poder de tirar vantagens das oportunidades que as mudanças criam, nós precisamos de integridade, imparcialidade, honestidade e dignidade humana. Relativamente a qualquer ordem, quando consideramos que a maioria de nós vive nossasvidas em um estado permanente de alteração contínua, questionando nossos ideais e valores, e lutando uma batalha diária com a falta de confiança em si próprio que nos impede de tomar riscos de qualquer tipo. No entanto, em Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes, Covey tenta mostrar que mudar a maneira com que nós vemos a nós mesmos e o mundo a nossa volta de uma forma que nós possamos nostornar mais bem sucedidos tanto pessoalmente como profissionalmente, é uma tarefa muito fácil.

OS 7 HÁBITOS DAS PESSOAS ALTAMENTE EFICAZES

Iniciamos com o autor ressaltando da dificuldade passada por um de seus filhos na escola, um menino imaturo que ia mal nos estudos e esportes. Ele e sua esposa tentavam dar apoio, incentivando-o em tudo, mas de nada adiantava. Perceberam que sequisessem mudar a situação, eles primeiro precisariam mudar a percepção. Outro ponto abordado foi o das duas figuras, a velha senhora e a bela moça

Cada um de nós tem tendência para pensar que vê as coisas como elas são; objetivamente. Mas não é bem assim, vemos o mundo, não como ele é, mas como fomos condicionados a vê-lo.

Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes abrange a maioriados princípios fundamentais da eficácia humana. Estes hábitos são básicos, primários. Eles representam a interiorização dos princípios corretos nos quais o sucesso e a felicidade duradoura se baseiam. Dentro de uma visão geral dos 7 hábitos, um hábito é definido como a interseção entre o conhecimento (o que fazer e o porquê), a habilidade (como fazer) e o desejo (o querer fazer).

SEJA PROATIVOA palavra pro atividade implica muito mais do que tomar a iniciativa. Implica que nós, como seres humanos, somos responsáveis por nossas próprias vidas. Nosso comportamento resulta de decisões tomadas, e não das condições externas. Temos a capacidade de subordinar os sentimentos aos valores. Possuímos iniciativa e responsabilidade suficiente para fazer com que as coisas aconteçam.As pessoas reativas são afetadas somente pelo ambiente físico. Se o tempo está bom, elas se sentem bem, caso contrário, mudam a atitude e a performance. As pessoas pro ativas carregam o tempo dentro de si. Faça chuva ou faça sol, não interessa, elas avançam graças a seus valores. E, se um de seus valores é realizar um trabalho de qualidade, ela não depende do tempo estar assim ou assadoAs pessoas reativas também são afetadas pelo ambiente social, pelo “tempo social”. Quando as pessoas a tratam bem, sentem-se bem, quando acontece o contrário, assumem uma postura defensiva ou protetora. As pessoas reativas constroem sua vida emocional em torno do comportamento dos outros, permitindo que a fraqueza alheia as controle. A capacidade de subordinar um impulso a um valor é a essênciade uma pessoa pro ativa. Os reativos são levados pelos sentimentos, circunstâncias, condições e ambientes. Os pro ativos são guiados por seus valores, cuidadosamente pensados, selecionados e interiorizados.

Tomar a iniciativa não significa ser agressivo, insistente ou chato, e sim reconhecer a responsabilidade de fazer com que as coisas aconteçam.

Linguagem Reativa Linguagem Proativa

Não há nada que eu possa fazer. Vamos procurar alternativas!

Sou assim e pronto. Posso tomar outra atitude!

Ela me deixa louco Posso controlar meus sentimentos

Eles nunca vão aceitar isso. Vou buscar uma apresentação eficaz!

Tenho de fazer isso....
tracking img