Resenha nm

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (276 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
População que já não é a mesma se une com a tecnologia que já não é finita
Mal sabíamos que a as pequenas manifestações que começaram a acontecer no final do ano de 2010 naTunísia seria o pontapé inicial para o alastramento de protestos, quebra de poderes e renuncias. Nomeada desde então como Primavera Árabe quem estava conectado assistiu,aplaudiu e mobilizou as mudanças sociais, políticas e econômicas.
Questionando regimes tão fechados, a liberdade de expressão, cidadania ativa e melhores condições de sobrevivência.Através de redes sociais, como principal meio de comunicação onde tem uma função crítica na mobilização, na formação de opinião e ao influenciar mudanças.
Na Rússia, acontrariedade da população pelo governo é nítida. Protestos, manifestações se fazem presentes no cotidiano da eleição buscando pelo fim da fraude e corrupção política. Os resultadosnão refletem a vontade popular.
Na ultima eleição ouve um crescimento surpreendente em denuncias de fraude. A população inquieta com as mentiras lançadas na mídia que écontrolada pelo governo (TV) buscou refugio e verdades por meios dos veículos de comunicação em rede. Os cidadãos com pensar política possuem agora uma plataforma abrangente paraentrar em debates e se organizar. Gerando protestos e manifestações que lutam por mudanças na ordem política.
As fraudes eleitorais estão sendo desmascaradas e sem smartphones,Facebook e Twitter seria impossível tal ação. A ferramenta do povo é a Internet, o ativismo online tornou a autoorganização offline não só possível, mas efetiva.
E como já erade se esperar, de forma rápida, original e organizada em 2012 estamos presenciando novos ecos da Primavera Árabe. Primavera para o povo e Inverno para a Política Russa.
tracking img