Resenha laraia, roque de barros. cultura: um conceito antropológico.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (682 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha


LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. 67, Acultura condiciona a visão de mundo do homem. 14 ed. Rio de janeiro: Jorge Zahar Ed., 1988.


O autor Roque deBarros Laraia iniciou sua carreira como antropólogo, no Museu Nacional da UFRJ. Em 1969 transferiu-se para a UnB, onde dirigiu instituto de Ciências Humanas, logo após foi promovido a professor titulasem1982. Doutor pela USP, membro d associações científicas do país e do exterior, presidiu a Associação Brasileira de Antropologia (1990-92) e foi eleito presidente da Associação Nacional de Pós-graduaçãoe Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS) em 2000. Integrou a primeira comissão coordenadora do Pronex e os comitês de assessores do CNPQ e da Capes. É também organizador da coletânea OrganizaçãoSocial (1969) e tem vários artigos publicados em revistas especializadas.

O autor, no capítulo "A cultura condiciona a visão de mundo do homem" aborda questões de cultura, e a forma de como ela é vistapela sociedade. Segundo ele, os diferentes modos de comportamentos sociais são resultados de uma herança cultural, não influenciada pela genética, desenvolvida através de gerações, e qualquercomportamento contrário àquele estabelecido e aceito pela sociedade é alvo de discriminação, pois homens e culturas têm visões diferentes em qualquer âmbito da sociedade, como cita no exemplo do livro Ocrisântemo e a espada de Ruth Benedict que diz que a cultura é como uma lente através da qual o homem vê o mundo. Ao decorrer da obra o autor utiliza métodos exemplifica tórios na linha comportamental eevolucionista, sobre a cultura e seus diferentes modos de interpretação de forma simples e eficaz, ilustrando a perspectiva do "riso", de como sujeitos de diferentes culturas riem de coisas distintas epor razões distintas, como um índio Kaapor que ri de susto, americanos que riem da comédia pastelão, japoneses que podem rir por etiqueta, e cada indivíduo coma sua particularidade, ainda lembrando...
tracking img