Resenha do Livro "Vidas Secas"

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2072 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1º Obra

Autoria: Graciliano Ramos.
Título: Vidas Secas.
Comunidade Onde foi Publicado: Rio de Janeiro.
Firma Publicadora: Editora Record.
Ano de Publicação: 1977.
Edição: 38º.
Número de Páginas: 168.
Formato: Retangular: 13,6 x 21 cm.
Preço Atual: R$ 32,90.

2º Credenciais da Autoria:

a) Nacionalidade: Brasileiro, nascido em Quebrangulo, Alagoas.
b) Formação Acadêmica: Inicia oEnsino Médio no Colégio “Quinze de Março”, porém não conclui. Graciliano Ramos não cursou uma Universidade não possuindo assim formação acadêmica, todos os seus cargos foram exercidos sem formação.
c) Títulos:
Acadêmicos: não possui
Eletivos: Prefeito (Palmeira dos Índios)
d) Cargos Exercidos:Escritor (romancista e contista)
Revisor e Cronista de Jornais
Tradutor
ComerciantePrefeito da Cidade de Palmeira dos Índios Diretor da Imprensa Oficial de AlagoasDiretor Público de Alagoas
Inspetor Federal de Ensino Secundário do Rio de Janeiro
Presidente da Associação Brasileira de Escritores
e) Outras Obras:
• Carne (1932)
• Caetés (1933)
• São Bernardo (1934)
• Angústia (1936)
• A Terra dos Meninos Pelados (1939)
• Brandão Entre o Mar e o Amor (1942)
•Histórias de Alexandre (1944)
• Infância (1945)
• Histórias Incompletas (1946)
• Insônia (1947)
• Memórias do Cárcere, póstuma (1953)
• Viagem, póstuma (1954)
• Linhas Tortas, póstuma (1962)
• Viventes das Alagoas, póstuma (1962)
• Alexandre e outros Heróis, póstuma (1962)
• Cartas, póstuma (1980)
• O Estribo de Prata, póstuma (1984)
• Cartas à Heloísa, póstuma (1992)
• Um Cinturão (2000)3º Conclusões da Autoria:

Graciliano Ramos não retrata a vida bela, ele retrata a vida árdua, deixa concluído a nós leitores que o título “Vidas Secas” diz respeito a uma vida vazia em todos os sentidos: familiar, social, econômico, politico, cultural, religioso, alimentar, etc.Ele nos deixa claro que o livro engloba vários aspectos sendo eles: o aspecto familiar que diz respeito à ausência deamor, ao determinismo do meio que age sobre o homem vencido pela força do destino e agindo pelo instinto, como animais. Ao aspecto social que diz respeito ao comportamento em função de como a família é recebida pelas pessoas de outras classes e como eles são “esmagados” por elas. Ao aspecto econômico que diz respeito à pobreza. Ao aspecto politico que diz respeito ao soldado amarelo que érespeitado e temido por ser representante do governo. Ao aspecto cultural que diz respeito a família que é ignorante por não ter acesso a cultura, a educação. Ao aspecto regional que diz respeito a terra, ao sertão nordestino e a própria seca.
O problema social tratado em vidas secas é de âmbito nacional e regional. A seca gera miséria, e a miséria, a morte e a desolação. Nesse sentido, é ilícito pensarque não sobram alternativas para os retirantes a não ser as migrações continuas de terra para terra, na mesma região, caracterizando a mudança; ou de região para região, transfigurando-se em fuga. Em qualquer cenário, a relação estabelecida entre os retirantes e a fazenda ou a cidade grande é de vassalagem e de exploração, uma vez que esses homens fortes acabam sendo tomados como mão de obra...
tracking img