Resenha do Livro Por amor e por força: Rotinas na Educação Infantil

Páginas: 7 (1533 palavras) Publicado: 15 de julho de 2014
Por amor e por força: Rotinas na Educação Infantil - Resenha
RESENHA – POR AMOR E POR FORÇA: ROTINAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL


MARIA CARMEM SILVEIRA BARBOSA

Escrito por Maria Carmem Silveira Barbosa, este livro com 240 páginas, editado pela Editora Armed, Porto Alegre, em 2006 e reimpresso em 2007, foi escrito a partir da tese de doutorado que a autora defendeu, na Unicamp, em 2000.

NeleMaria Carmem estuda a rotina na Educação Infantil, desde sua vertente histórica à vinculação autobiográfica que o tema tem com a autora. Assim ela inicia o livro contando-nos, já na apresentação, como desde criança, sentia uma curiosidade de descobrir como a rotina influenciava a vida das pessoas, em especial, das crianças.

A autora do livro nos relata como, a partir de 1970, os governosaumentavam os investimentos em creches e pré-escolas, demanda de diversos movimentos sociais, à época. Vários projetos para a educação de crianças pequenas (0 a 6 anos) foram desenvolvidos com ações que envolviam vários Ministérios e a L.B.A.(Legião Brasileira de Assistência)

De acordo com Maria Carmem, é a Lei de Diretrizes e Bases (Lei 9394/1996)-LDB- que regulamenta o tipo de instituição com afaixa etária das crianças pequenas. Esta padronização define também qual proposta de trabalho será adotada por esta ou por aquela instituição.

Então a Creche é a instituição que atende as crianças de 0 a 3 anos e a pré-escola atende as crianças de 4 a 6 anos.

Outro avanço, no que se refere aos direitos das crianças foi a promulgação da Constituição Federal, em 1988, onde as crianças e jovens sãoconsiderados sujeitos de direitos. Ali também se assegura o direito de meninos e meninas à educação gratuita de 0 a 6 anos, em creches e pré-escolas. Outro fator importante para atender as necessidades da sociedade, no que tange a educação de crianças pequenas, foi, opina a autora, a inclusão da educação infantil na L.D.B., como secção autônoma.

No entanto o mesmo governo que apoiou aaprovação da Lei, criou politicas que não favoreciam a qualificação da educação infantil, a secundarizando nos investimentos das verbas públicas. A ausência da Educação Infantil na distribuição das verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB) era citada como exemplo. Felizmente, hoje, a Educação Infantil já está incluída como parte integrante da Educação Básica, no Brasil,recebendo verbas do citado Fundo.

Outro destaque de Maria Carmem, que demonstra que se criava uma nova concepção a respeito dos direitos das crianças, foi a transferência da responsabilidade pelo atendimento das crianças de 0 a 6 anos das áreas da saúde e assistência social para a educacional

As publicações e pesquisas, n o campo acadêmico, também contribuíram para a melhoria do atendimento àscrianças de 0 a 6 anos, no Brasil.

Neste ponto, Maria Carmem cita vários autores que desde o final do século XIV e inicio do século XX discutem a ciência e os caminhos que esta vem tomando neste período, chamado de modernidade. E uma dos ramos a se produzir cientificamente, mais complexos, é a pedagogia.

A autora, apesar de se cercar de todos os cuidados, que classificar este estudo comopedagogia da educação infantil é extremamente necessário.

Pedagogia da Educação Infantil tem como centro teórico a educação das crianças pequenas e diferem das do ensino fundamental, que se baseiam no ensino e na sala de aula. Na educação infantil estas pedagogias são constituídas de relações educativas entre crianças-crianças-adultos.

Feito este apanhado histórico sobre a educação infantil e suaspedagogias peculiares, Maria Carmem, nos fala de como ela pretendia contribuir para o campo das pesquisas da pedagogia da educação infantil: provocando, com este Livro, reflexões e questionamentos sobre as rotinas, em especial, as da Educação Infantil.

Mas, o que são mesmo rotinas?

Nas palavras da autora, “rotina é uma categoria pedagógica que os responsáveis pela educação infantil,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha: por amor e por força, rotinas na educação infantil
  • RESENHA – POR AMOR E POR FORÇA: ROTINAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
  • PÔR AMOR E FORÇA: Rotinas na Educação Infantil
  • Rotina na educação infantil
  • A rotina nas pedagogias da educação infantil dos
  • Rotina na educação infantil
  • A rotina na Educação Infantil
  • A importancia da rotina na educação infantil

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!