Resenha do filme melhor impossivel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (546 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O Sapo
Rubem Alves
Adaptação livre Nádia Uarthe


Era uma vez um lindo príncipe por quem todas as moças se apaixonavam. Por ele também se apaixonouuma bruxa horrenda que o pediu em casamento. O príncipe nem ligou e a bruxa ficou muito brava. “Se não casar comigo não vai se casar com mingúem mais!” Olhou fundo nos olhos dele e disse: “Você vaivirar um sapo!” Ao ouvir esta palavra o príncipe sentiu uma estremeção. Teve medo. Acreditou. E ele virou aquilo que a palavra de feitiço tinha dito. Sapo. Virou um sapo.
Bastou que virasse sapopara que se esquecesse de que era príncipe. Viu-se refletido no espelho real e se espantou: “Sou um sapo. Que é que estou fazendo no palácio do príncipe? Casa de sapo é charco”.E com essas palavraspôs-se a pular na direção do charco.Sentiu-se feliz ao ver lama. Pulou e mergulhou. Finalmente de novo em casa.
Quando mais aprendia as coisas de sapo, mais sapo ficava. E quanto mais aprendia a ser sapo,mais se esquecia de que um dia fora príncipe. A aprendizagem é assim: para se aprender de um lado há que se esquecer do outro. Toda aprendizagem produz o esquecimento. O príncipe ficou enfeitiçado.A estória do príncipe que virou sapo é a nossa própria estória. Desde que nascemos, continuamente, palavras nos vão sendo ditas. Elas entram no nosso corpo, e ele vai se transformando. Virando umaoutra coisa, diferente da que era.
Somos resultado de um enorme feitiço. E os feiticeiros foram muitos: pais, mães, professores, padres, pastores, gurus, líderes, políticos, livros, tv. Meu corpo é umcorpo enfeitiçado: porque o meu corpo aprendeu as palavras que lhe foram ditas, ele se esqueceu de outras que, agora permanecem mal... ditas...
A Psicologia Humanista acredita nisso. Ela vê cadacorpo como um sapo dentro do qual está um príncipe esquecido. Seu objetivo não é ensinar nada. Seu objetivo é o contrário: des-ensinar ao sapo sua realidade sapal. Fazê-lo esquecer-se do que...
tracking img