Resenha do filme " invictus"

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1190 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha do filme " Invictus"
O filme Invictus retrata o momento pós-Apartheid na África do Sul, mesmo já tendo sido dado por encerrado o Apartheid, ainda restavam muitas marcas da segregação no país. Muitos brancos estavam revoltados com o fim da separação, e não aceitavam conviver de forma pacífica com os negros, frente a isto Mandela procura formas de unificar a nação, e encontra essa chanceno esporte. O rugby sempre foi associado ao apartheid, o que fazia dos Springbok ser odiado pelos negros. Mandela aproveitou-se dessa animosidade para conseguir o impossível: fazer o time ser reconhecido por toda a população. A estratégia genial de Mandela percebe-se, desenvolveu-se em dois fronts. Ao aproximar-se dos africânderes (Africânderes - descendentes de holandeses e alemães.), ele apagoude vez a fama de terrorista; ao fazer a maioria negra torcer pelo time, promoveu uma coexistência amigável entre os povos irmãos. O então presidente Nelson Mandela (ou Madiba, seu nome de clã) conseguiu unir o país, prestes a viver um confronto direto entre brancos e negros. Fazia apenas quatro anos que o regime de segregação racial do apartheid havia sido abolido e as desconfianças de ambos oslados da população eram por demais evidentes. Mandela na sua ambição de instalar a chamada “rainbow nation” (nação do arco-íris) e com sua astúcia política, o presidente viu no rugby uma possibilidade de unir o país dividido como parte dessa transformação, ele orienta que o time comece a fazer trabalhos sociais em comunidades carentes do país, carregando à frente do time o slogan “one team, onecountry” que significa, Um time, Uma nação, querendo trazer ao povo o orgulho pelo time, mesmo que começasse pelas crianças, que até então só adoravam jogador Chester (único negro do time), que também serviu como “nova cara ao time”. O líder sabe que deve transmitir segurança e tem consciência do peso do seu exemplo liderar a partir da frente e estar na primeira linha do combate dos momentos tristes edas más notícias. Mandela sempre buscou inspiração para si próprio e para os outros, lidera-se, sobretudo pelo exemplo. Ele sabia que era um modelo para os outros por isso começou pelo próprio gabinete de governo, insistindo para que os funcionários brancos permanecessem em suas funções trabalhando ao lado dos novos funcionários negros. O conflito mais sério dessa política aconteceu quando eleincluiu agentes do Special Branch que trabalharam para o expresidente africânder F. De Klerk no grupo de seus guarda-costas, muitos deles foram responsáveis pelo espancamento e prisão de militantes do CNA [Congresso Nacional Africano]. Esta cena rendeu um diálogo que demonstra não apenas o estilo de liderança, o calculismo político de Mandela, mas principalmente, o seu senso de humor. - JasonTshabalala: Tem quatro agentes do Special Branch no meu escritório. - Nelson Mandela: Por que, o que você fez? Mandela, dizia: “Ter um princípio e fundamental. Ter muito clara a causa pela qual se luta e a missão que se assumiu. Manter o foco, não se dispersar. Saber que, para chegar lá, às vezes é preciso fazer ajustamentos ao caminho. (riscos) Usar os instrumentos legítimos necessários para atingir oobjetivo”.

A questão de Mandela foi sempre: “Qual é o objetivo que eu procuro e qual é a maneira mais prática para chegar lá?”. Com muito esforço e suor, o time nacional ganha a copa do mundo de Rúgby, e consegue unir brancos e negros, apagando antigas cicatrizes deixadas pelo Apartheid, e transforma o time no orgulho nacional, ele consegui esse momento emblemático conhecido como “o jogo quefez nascer um país”. Em suma o filme fica entregue aos jogos, o que é uma pena. Quer dizer, estamos falando de um personagem praticamente mítico, que é Mandela, (Nelson Mandela nasceu em 18 de julho de 1918. Cursou a Faculdade de Direito na Universidade de Fort Hare, mas foi expulso por liderar greves estudantis. Em 1944, aliou-se ao Congresso Nacional Africano (ANC, no original), partido que...
tracking img